Combate à violência atinge redução histórica

Em julho, o Estado alcançou o menor registro nos últimos 18 anos número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) – homícios, latrocínios e lesão corporal seguida de morte –, com taxa 36,51 por cada 100 mil habitantes

Combate à violência atinge redução histórica
Combate à violência atinge redução histórica (Foto: Shutterstock)

Leonardo Lucena _PE247 – Julho foi um mês especial para o combate ao crime em Pernambuco. Durante o período, o Estado alcançou o menor registro nos últimos 18 anos número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) – homícios, latrocínios e lesão corporal seguida de morte –, com taxa 36,51 por cada 100 mil habitantes. Foram registradas 222 mortes contra 359 em igual período de 2011, uma redução de 157 óbitos, o equivalente a 24,5%.

Entretanto, apesar do avanço, o Estado ainda está bem acima da média nacional – 26 assassinatos por cada 100 mil habitantes. As estatísticas dão conta de que, de janeiro a julho deste ano, houve uma redução de 12,15% em relação ao número de óbitos, percentual acima da meta estabelecida pelo governador Eduardo Campos (PSB), que foi de 12%.

Além disso, levando em consideração os resultados obtidos através do programa Pacto pela Vida, setembro de 2011 era considerado o melhor mês, com 226 mortes, enquanto que no mesmo período de 2010 este número chegou a 253, uma redução de 10,9%.

As cidades polo em Pernambuco que apresentaram taxas de mortes abaixo da média nacional foram: Limoeiro e Belo Jardim, no Agreste, e Afogados da Ingazeira, Serra Talhada, Cabrobó, Petrolina e Ouricuri, no Sertão.

Porém, tanto o Estado como o Brasil estão abaixo da meta estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), integrante da Organização das Nações Unidas (ONU). De acordo com critérios do órgão, o patamar é de 10 óbitos por cada 100 mil habitantes.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247