Comissão aprova convite de Caiado a Edinho no Senado

Ministro da Comunicação Social foi convidado a comparecer na Comissão de Fiscalização e Controle da Casa; para o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), autor do requerimento, o ministro instruiu empresas públicas a desenvolverem campanhas publicitárias com recursos públicos para evitar clima anti-PT na sociedade; "Podemos constatar que o ministro petista confunde o partido com o governo", disse

Ministro da Comunicação Social foi convidado a comparecer na Comissão de Fiscalização e Controle da Casa; para o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), autor do requerimento, o ministro instruiu empresas públicas a desenvolverem campanhas publicitárias com recursos públicos para evitar clima anti-PT na sociedade; "Podemos constatar que o ministro petista confunde o partido com o governo", disse
Ministro da Comunicação Social foi convidado a comparecer na Comissão de Fiscalização e Controle da Casa; para o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), autor do requerimento, o ministro instruiu empresas públicas a desenvolverem campanhas publicitárias com recursos públicos para evitar clima anti-PT na sociedade; "Podemos constatar que o ministro petista confunde o partido com o governo", disse (Foto: Gisele Federicce)

Ivan Richard - Repórter da Agência Brasil

A Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle do Senado aprovou hoje (30) requerimento de convite para que o ministro Edinho Silva, da Secretaria de Comunicação da Presidência da República, preste esclarecimentos sobre o "aprofundamento da crise econômica e social" do país.

Para o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), autor do requerimento, o ministro instruiu empresas públicas a desenvolverem campanhas publicitárias com recursos públicos para evitar clima anti-PT na sociedade. "Podemos constatar que o ministro petista confunde o partido com o governo, em uma afronta não só ao povo brasileiro, mas também em uma violação explícita da Constituição Federal."

Inicialmente, o requerimento propunha a convocação do ministro. No entanto, foi fechado um acordo entre os membros da comissão para que a convocação fosse transformada em convite. Com isso, o ministro não é obrigado a comparecer ao colegiado.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247