Comissária europeia quer acordos firmes na Rio+20

Em visita ao Brasil, Connie Hedegaard diz que resolues dependem de boa vontade poltica

Comissária europeia quer acordos firmes na Rio+20
Comissária europeia quer acordos firmes na Rio+20 (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Para a Comissária de Ação pelo Clima europeia, Connie Hedegaard, a Conferência das Nações Unidas dobre o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, que será realizada em junho no Rio de Janeiro, deverá alcançar resultados concretos, embora ela afirmou que tudo dependerá da vontade política. “É absolutamente imperativo que todos (os líderes mundiais) compreendam que a Rio+20 pode e deve alcançar resultados e adotar posições concretas”.

Em visita ao Brasil, a funcionária da Comissão disse que a Conferência não será centrada exclusivamente em questões ambientais, mas apontou que é impossível pensar em desenvolvimento sem levar em conta as medidas necessárias para cortar o processo de mudança climática. “É extremamente importante que a Rio+20 não esteja sendo considerada como apenas mais uma grande conferência. É preciso haver alguns resultados tangíveis, que as pessoas possam ver, depois do Rio, que (a conferência) levou a algo concreto, como por exemplo, o acesso a energia sustentável para todos até 2030, com a adoção de energia renovável e eficiência energética”.

Anfitriã da mais importante conferência climática da ONU nas últimas décadas, a COP-15, em Copenhague, Connie Hedegaard também espera que a Rio+20 provoque uma mudança no paradigma do crescimento econômico dos países, inclusive com a alteração da maneira como o Produto Interno Bruto (PIB) é contabilizado. “Nós temos que fazer com que haja um preço cobrado à degradação do meio ambiente comum. É uma discussão difícil, mas se o Rio quiser fazer a diferença e ser um marco da mudança de paradigma para um tipo mais verde e sustentável de crescimento econômico, nós temos que chegar a uma cobrança correta”.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email