Como baixar livros eletrônicos de uma forma legal?

(Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Descubra quais são os melhores sites para você baixar livros gratuitos através da Internet.

 Sem dúvida alguma, o mercado de livros eletrônicos experimentou uma importante evolução nos últimos anos, que pode ser refletida na grande quantidade de pessoas que começaram apostando em livros eletrônicos. De acordo com os dados extraídos na última pesquisa do painel LIVE, 14% dos consumidores do globo admitem ter um desses em casa. Um número que está crescendo ano após ano, e que mostra bem a relevância dos livros eletrônicos.

Na pesquisa realizada, outros fatores relacionados com o consumo de livros eletrônicos também são analisados, uma vez que, por exemplo, uma das seções detalha os diferentes tipos de acesso escolhidos pelos usuários. De acordo com esses dados, a maioria das pessoas escolhe as descargas gratuitas - 64% -, enquanto que as opções de pagamento totalizam apenas o número de 29%.

Por isso, não é nada surpreendente que, hoje em d ia, cada vez mais usuários estejam interessados em descobrir as páginas web que lhes permitem baixar livros eletrônicos de graça. O Projeto Gutenberg, a Wikisource ou o Elivros Gratis são algumas das plataformas digitais mais utilizadas nos nossos dias, portanto iremos tentar fazer sua análise em profundidade abaixo.

 Os melhores sites para baixar os seus livros eletrônicos

Apesar do que muitas pessoas possam pensar, a atividade de ler livros digitais nem sempre acarreta custos econômicos, já que na Internet existem muitos sites a partir dos quais você pode baixar livros eletrônicos de forma totalmente legal. Embora isso seja algo que era inimaginável há alguns anos atrás, hoje isso se tornou uma realidade concreta, da qual mais e mais entusiastas do eBook estão agora beneficiando.

Elivros Grátis

A página web elivros.gratis é uma das plataformas online mais populares especializadas em livros eletrônicos dos tempos atuais, pois possui uma grande variedade de livros eletrônicos em diferentes formatos digitais, tais como o EPUB, o MOBI ou o PDF. Esta tem livros gratuitos em português, tanto em português do Brasil como em português de Portugal, sendo essa a razão pela qual Elivros Grátis se tornou um dos sites mais utilizados para os amantes da leitura pela Internet.

É tão fácil e rápido quanto acessar o site da Elivros Grátis, navegar pelo livro eletrônico que você deseja e baixá-lo com apenas alguns cliques. Todos os livros digitais disponíveis nessa plataforma online estão livres de direitos autorais, pois no website elivros.gratis não há links que permitam o download de livros eletrônicos protegidos por direitos autorais – afinal, este tipo de atividade é totalmente proibida.

 Projeto Gutenberg

O mais provável é que os fãs do mundo dos livros eletrônicos já possam ter ouvido falar do Projeto Gutenberg antes, sendo que este site foi o primeiro fornecedor de livros eletrônicos gratuitos. Se trata de uma plataforma online que nasceu da mão de Michael Hart, o famoso escritor americano que inventou os livros eletrônicos no ano de 1971.

No momento atual, o Projeto Gutenberg ainda está ativo e tem milhares de obras bem conhecidas de todos os leitores, tais como o "Orgulho e Preconceito", "As Aventuras de Sherlock Holmes", "Prometeu Moderno", "Alice no País das Maravilhas", "Frankenstein" ou "Moby Dick", entre muitos outros. Um extenso catálogo de livros eletrônicos, que satisfaz os gostos literários de um grande número de pessoas.

 Wikisource

Outro dos melhores websites que lhe permite baixar os livros eletrônicos legalmente é o Wikisource, um projeto que pertence à Fundação Wikimedia, através do qual você pode acessar livros, documentos históricos e trabalhos com referências. Por essa razão, muitos usuários estão se decidindo a usar este site para encontrar livros digitais sem direitos autorais.

Nós podemos te dizer, por isso, que a Wikimedia é uma grande biblioteca digital com uma grande quantidade de obras originais. Dessa forma, as pessoas podem ter a facilidade de procurar livros eletrônicos de diferentes gêneros literários - incluso poesia, teatro ou ensaios -, de diferentes períodos históricos - como o classicismo, o romantismo ou o realismo - e em diferentes idiomas - como o português, o inglês ou o espanhol.

 Many Books

Em último lugar, não podemos deixar de mencionar o website Many Books, uma excelente biblioteca virtual com mais de 50 mil publicações livres de direitos de autor. Para começar a baixar os livros eletrônicos nessa plataforma online, as pessoas têm somente que abrir uma conta antes, caso contrário é impossível acessar os links de download dos livros eletrônicos.

Uma vez que já tenham concluído o processo de registro, os usuários podem procurar por seus livros eletrônicos através de um sistema sofisticado que permite o estabelecimento de filtros e categorias - por gêneros, por idiomas, etc. A partir do website Many Books, os amantes da leitura podem encontrar grandes e-books gratuitos, como 'A Arte da Guerra', 'Dom Quixote de La Mancha', 'Hamlet' ou 'Vinte Mil Léguas Submarinas'.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247