Compesa inicia reparos em tubulação

No total, 56 equipes estaro realizando reparos em quatro bairros da capital pernambucana.

Compesa inicia reparos em tubulação
Compesa inicia reparos em tubulação (Foto: Andréa Rêgo Barros/247)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

 Julliana Araújo_247 - Em menos de um mês surgiram quatro buracos provocados por estouramentos na tubulação de bastecimento d'água que ocasionaram alagamentos e transtornos no Recife e Região Metropolitana. Três na Zona Sul e um na Zona Oeste da capital.  O motivo são os prés- testes para a implantação da terceira etapa do Sistema Pirapama, que aumentaram o volume de água nas tubulações acostumadas com um dia de abastecimento e dois sem água.  De acordo com a Compesa, em comparação com os testes realizados anteriormente, os vazamentos são de menores proporções. Isso representa que as válvulas estão suportando melhor a pressão da água. Para minimizar os problemas, 56 equipes da estatal estarão realizando serviços de reparos nas tubulações do sbairros de Boa Viagem, Bongi, Imbiribeira e Afogados. Os trabalhos deverao se extender até o próximo dia 15.

"Naquela época os vazamentos surgiam em tubulações maiores. Agora eles estão ocorrendo em tubulações menores, o que é um bom sinal, pois mostra que as válvulas estão suportando as pressões de Pirapama e o sistema está se ajustando", explicou o presidente da Compesa,  Roberto Tavares. Tavares admitiu que houve um aumento no número de vazamentos na Região Metropolitana do Recife desde que a terceira fase de Pirapama entrou em fase de pré-operação. No último dia 1º, por exemplo, foram registrados 229 vazamentos na área de abrangência do Sistema Pirapama, o maior do ano.

Segundo a companhia, a média é de 100 reclamações diárias nessa mesma área. "Esperamos voltar ao número normal de vazamentos com 60 dias de operação regular de Pirapama", informou.  O Sistema Pirapama, que promete tirar a Região Metropolitana do Recife (RMR) está produzindo 4.270 litros de água por segundo, volume este já estabilizado nos últimos dias. A Compesa disponibiliza o número 0800 081 0185 para a população avisar os vazamentos que possam acontecer.

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email