Concurso para escolas em tempo integral terá mil vagas

segundo o governador Renan Filho, as mil vagas serão destinadas para professores; as escolas em tempo integral são encaradas como uma das principais ferramentas para redução da violência no Estado; "Um Estado que, há dois anos, sequer tinha uma escola em tempo integral, agora tem 35. No próximo ano, serão 50 e, por isso, teremos de ter concurso público para convocar professores para as escolas em tempo integral", afirmou o governador

segundo o governador Renan Filho, as mil vagas serão destinadas para professores; as escolas em tempo integral são encaradas como uma das principais ferramentas para redução da violência no Estado; "Um Estado que, há dois anos, sequer tinha uma escola em tempo integral, agora tem 35. No próximo ano, serão 50 e, por isso, teremos de ter concurso público para convocar professores para as escolas em tempo integral", afirmou o governador
segundo o governador Renan Filho, as mil vagas serão destinadas para professores; as escolas em tempo integral são encaradas como uma das principais ferramentas para redução da violência no Estado; "Um Estado que, há dois anos, sequer tinha uma escola em tempo integral, agora tem 35. No próximo ano, serão 50 e, por isso, teremos de ter concurso público para convocar professores para as escolas em tempo integral", afirmou o governador (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Severino Carvalho/Agência Alagoas - Anunciado na última segunda-feira (08) em evento no Sertão, o concurso para professores destinados a atuar nas escolas de tempo integral deve abrir cerca de mil vagas na rede de ensino estadual segundo o governador Renan Filho.

"Um Estado que, há dois anos, sequer tinha uma escola em tempo integral, agora tem 35. No próximo ano, serão 50 e, por isso, teremos de ter concurso público para convocar professores para as escolas em tempo integral", informou o governador.

As escolas em tempo integral são encaradas pelo governador como uma das principais ferramentas para redução da violência no Estado. Para Renan Filho, o modelo de jornada ampliada de estudos implantado em 2015 é um suporte extremamente relevante no enfrentamento à criminalidade.

Além de ampliar e diversificar o aprendizado, o sistema proporciona aos alunos uma jornada integral de estudos, afastando-os da ociosidade e de influências negativas, o que traz mais segurança aos pais e responsáveis pelos estudantes.

Na capital, onde a onda de violência é mais preocupante apesar da redução do índice de homicídios registrada nos últimos dois anos, das dez escolas de Ensino Integral, metade está localizada em bairros que, segundo levantamento da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), são apontados como áreas críticas.

"Estamos realizando concurso para a Educação, para a Segurança Pública, concurso em várias áreas e com o governo em dia. Num momento de crise como esse, é algo muito significativo. Alagoas está firme, de cabeça erguida, enfrentando a crise com dedicação, com trabalho", finalizou.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247