Condic aprova R$ 746 mi em projetos industriais

O Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e de Serviços (Condic) aprovou 43 projetos, sendo 29 indústrias, oito centrais de distribuição e seis importadoras; os investimentos industriais beneficiarão 15 municípios pernambucanos e somam um aporte de R$ 746,8 milhões; desse total, R$ 283,1 milhões serão destinados à Região Metropolitana do Recife e R$ 463,6 milhões ao interior do estado; Com este montante, a estimativa do órgão é que sejam criados 1.974 empregos

SONY DSC
SONY DSC (Foto: Felipe L. Goncalves)

Mariana Almeida, do Pernambuco 247 - O Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e de Serviços (Condic) aprovou 43 projetos, sendo 29 indústrias, oito centrais de distribuição e seis importadoras. Os investimentos industriais beneficiarão 15 municípios pernambucanos e somam um aporte de R$ 746,8 milhões. Desse total, R$ 283,1 milhões serão destinados à Região Metropolitana do Recife (RMR) e R$ 463,6 milhões ao interior do estado. Com este montante, a estimativa do órgão é que sejam criados 1.974 empregos - 645 na RMR e 1.329 nas outras localidades. 

O objetivo do encontro, que ocorreu nesta quinta-feira (26), na sede da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), bairro do Espinheiro, Zona Norte do Recife, foi analisar projetos de inventivos fiscais de empreendimentos interessados em se implantar ou ampliar suas atividades no estado.

"Esta é a terceira reunião do Condic que realizamos este ano, e o balanço que fazemos é extremamente positivo. A geração de empregos entre a RMR e o interior está equiparada e isso significa o sucesso dos nossos esforços em promover o contínuo crescimento de Pernambuco através da interiorização do desenvolvimento", afirmou o secretário de Desenvolvimento do Estado, Márcio Stefanni. A pasta é atrelada à Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper).

Segundo o dirigente, que também é presidente do Complexo de Suape, em Ipojuca, no Grande Recife, os incentivos fiscais implicarão na continuidade do processo de descentralização dos investimentos feitos pelo governo estadual. "Com o incentivo fiscal diferenciado por cada Região de Desenvolvimento (RD), mais empresas optam por levar suas plantas para o interior. É o caso de empresas como a BRF, a Mondelez, a WHB Fundição, a Nissin Ajinomoto, a Mineradora Vale do Pajeú, entre tantas outras empresas", disse Stefanni,

As iniciativas contempladas pela 84ª reunião do Condic abrangem empreendimentos de naturezas diversificadas. Entre os projetos beneficiados, se encontram ações na área de cosméticos, bebidas, metalomecânica, tintas e vernizes, agroindústria, produtos químicos, farmacoquímica e eletroeletrônica.

Além do Recife, as outras 14 cidades pernambucanos beneficiados foram Escada, Igarassu, Jaboatão dos Guararapes, Moreno, Paulista, São Lourenço, da região metropolitana; Pombos, Vitória de Santo Antão e Timbaúba, da Zona da Mata; Caruaru, Gravatá e Limoeiro, do Agreste; por fim, Petrolina e Floresta, do Sertão.

Balanço

A reunião desta quinta-feira foi a terceira realizada pela Condic em 2013. A primeira conferência, realizada em abril, aprovou 22 projetos no setor de indústrias, com investimento de R$ 92,4 milhões. No segundo encontro, em setembro, foram 20 empreendimentos sancionados, com aplicação de 247,3 milhões em capital. De acordo com os dados, em 2013, foram totalizados mais de R$ 1 bilhão em investimentos para iniciativas na RMR e no interior, com um total de 4.528 novas oportunidades de emprego.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247