Congresso decide instalar amanhã CPI do Cachoeira

Vice-presidente do Congresso, deputada Rose de Freitas (PMDB-ES) acertou com lderes dos partidos a criao da Comisso para as 10h30

Congresso decide instalar amanhã CPI do Cachoeira
Congresso decide instalar amanhã CPI do Cachoeira (Foto: Wilson Dias/ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Já está decidido: a CPI do Cachoeira deve ser instalada nesta quinta-feira 19, às 10h30. O acerto foi feito pela vice-presidente do Congresso, deputada Rose de Freitas (PMDB-ES) com os líderes dos partidos. Leia abaixo reportagem publicada pela Folha de S.Paulo:

CPI do Cachoeira será instalada amanhã, decide Congresso 

GABRIELA GUERREIRO

DE BRASÍLIA

A vice-presidente do Congresso, Rose de Freitas (PMDB-ES), já acertou com líderes dos partidos que a CPI do Cachoeira será criada amanhã, às 10h30.

O requerimento que pede a instalação da CPI será lido no plenário, em sessão do Congresso, o que significa que a comissão poderá começar a funcionar. O primeiro passo é a indicação dos membros pelos líderes de partidos, o que não deve demorar porque esses acordos já estão sendo costurados.

A expectativa é que a composição da CPI esteja completa na semana que vem. Ontem, o pedido de criação da CPI foi protocolado na Mesa do Congresso com as assinaturas de 67 senadores e 340 deputados. Número mais do que suficiente para garantir a instação. São necessários 171 na Câmara e 27 no Senado.

A CPI vai investigar as informações obtidas pela Polícia Federal, por meio das operações Vegas e Monte Carlo sobre jogos de azar, que indicam o envolvimento de agentes públicos e privados com o empresário de jogos ilegais Carlinhos Cachoeira. Há suspeitas de que políticos e empresários receberam dinheiro do contraventor para promover tráfico de influência a fim de, entre outras ações, aprovar propostas, no Congresso, que beneficiasse o setor.

COMPOSIÇÃO

A bancada do PSDB na Câmara definiu hoje de manhã que indicará os deputados Carlos Sampaio (SP) e Fernando Franceschini (PR) para compor a CPI do Cachoeira. A bancada ainda acerta os detalhes para indicar os dois suplentes.

Franceschini foi alvo de grampo feito pelo grupo de Cachoeira. Os tucanos afirmam que o deputado foi "vítima" do contraventor.

Já a bancada do PMDB se reuiniu ontem à noite fechou a indicação dos deputados Luiz Pitman (DF) e Íris de Araújo (GO) para a CPI do caso Carlinhos Cachoeira.

Os dois tiveram relações estremecidas com os governadores do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), e de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), ambos sob risco de investigação pela CPI.

Com informações de Andréia Sadi, do "Painel", e Cátia Seabra, de Brasília

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email