Conselho a Feliciano: "Se fosse ele, eu não sairia"

Ato de solidariedade vem do presidente do PSC na Bahia, o ex-deputado Eliel Santana; ele avalia que o clamor público pela destituição do correligionário da presidência da Comissão de Direitos Humanos e das Minorias da Câmara Federal é indevido, pois "muita gente pegou carona sem saber exatamente o que ele disse"; Eliel disse que o PSC nada tem contra homossexuais; "Sempre vamos buscar a convivência pacífica entre as pessoas diferentes"

Conselho a Feliciano: "Se fosse ele, eu não sairia"
Conselho a Feliciano: "Se fosse ele, eu não sairia"
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

O presidente do PSC na Bahia, ex-deputado estadual Eliel Santana, avalia que o clamor público pela destituição do correligionário Pastor Luciano (PSC-SP) da presidência da Comissão de Direitos Humanos e das Minorias da Câmara Federal é indevido, pois "muita gente pegou carona sem saber exatamente o que ele disse".

Em entrevista ao site Bahia Notícias, Eliel aconselhou o deputado que é considerado homofóbico e racista a não deixar o cargo. "Se eu estivesse no lugar dele, eu não sairia". Ele argumenta que "se enquanto presidente da comissão, ele [Feliciano] não praticar alguma discriminação, não tem por que sair".

Ao lembrar que o PSC tem como lema "o ser humano em primeiro lugar", o ex-deputado estadual afirmou que a legenda é contra "qualquer tipo de declaração que seja discriminatória" e condenou o comportamento dos manifestantes que querem a saída do deputado religioso da comissão. "Nunca ouvi dele nenhuma declaração que fosse discriminatória".

Sobre os homossexuais, Eliel foi evasivo. "Sempre vamos buscar a convivência pacífica entre as pessoas diferentes". Será que Marco Feliciano está disposto?

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email