CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Consumo de luxo deve ter crescimento de 20%

A estimativa é da MCF Consultoria e Conhecimento, empresa especializada no segmento; em 2011, esse mercado movimentou R$ 18,8 bilhões; embarcações, carros importados e joias se destacam entre os produtos dessa linha

Consumo de luxo deve ter crescimento de 20% (Foto: Andréa Rêgo Barros/247)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Consumo de luxo. Essa é uma tendência que vem cada vez mais se acentuando no Brasil. De acordo com dados da MCF Consultoria e Conhecimento, empresa que atua neste ramo e faz pesquisas apenas em nível nacional, mercado deve movimentar R$ 18,8 bilhões em 2011 (dados ainda não fechados), um acréscimo de 20% sobre 2010, quando houve um faturamento de R$ 15,7 bilhões. Esse valor significou um aumento de 28% em relação a 2009, cuja movimentação financeira foi de R$ 12,3 bilhões. Em 2012, há estimativa de crescimento de 20% ante 2011.


CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Leonardo Lucena _PE247 – De fato, a faturamento dentro deste segmento vem aumentando ano após ano, sendo reflexo do aumento do poder aquisitivo do consumidor e do crédito mais barato oferecido pelos bancos públicos e privados. Para o gestor institucional da MCF Consultoria e Conhecimento, Guilherme Kosmann, no Recife o volume de vendas deverá aumentar por conta do Shopping Rio Mar.

“Recife recebe pela primeira vez grandes marcas de Luxo internacionais, que se instalarão no Shopping Riomar, o que é uma verdadeira revolução no panorama de Luxo brasileiro, com grandes mudanças no consumo do Nordeste”, explica. O mall será inaugurado no mês de outubro.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Mercado imobiliário, vestuário, joias, bebidas importadas, perfumes, sapatos e acessórios, como bolsas e cintos, fazem parte deste mercado que movimenta bilhões de reais todos os anos no país. Pode-se estranhar como a previsão é de crescimento se, por outro lado, a inadimplência do consumidor aumentou nos últimos anos – hoje, em torno de 8%.

De acordo com o professor de Publicidade da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Rodrigo Stefani, que trabalha com marketing tendo como base indicadores econômicos, a inadimplência se concentra mais na classe C. “Ela tem um consumo mais homogeneizado e é a principal responsável pela inadimplência. Portanto, o segmento do consumo de luxo, cujas classes A e B são as maiores compradoras, não deve cair em termos de faturamento”, avalia.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O segmento de automóveis é apenas um dos que vem apresentando crescimento. No Recife, segundo dados da concessionária Disnove Kia, o carro Sportage mais procurado está no valor de R$ 96.900,00 – os preços dos veículos não são fixos, pois dependem das características de cada automóvel. O Kia Soul mais procurado sai por R$ 68.500,00. Já o Cerato, R$ 55.900,00. Por fim, o Picanto, R$ 40.900,00.

“Evidenciamos que para nós o primeiro semestre de 2012 foi, sim, mais rentável que o 1º semestre de 2011”, afirma a Executiva da empresa, Nara Moreira. “Fazendo um paralelo com janeiro deste ano, também ocorreu um leve crescimento”, acrescentou. Os quatro veículos mencionados são os mais comercializados pela empresa.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

“Acreditamos que um dos principais ‘motores’ da estratégia levada adiante pela equipe Disnove foi o fortalecimento da marca Kia entre a crescente fatia de consumidores de automóveis de luxo no país, por meio de ações de marketing e eventos direcionados a esse público”, informa Nara.

Em se tratando do marketing como um instrumento para aproximar o consumidor da empresa, Stefani diz que ações deste tipo ainda não é definidor. “Mas a tendência é que as empresas apostem mais no marketing digital ao decorrer dos anos, porque o público deste mercado, predominantemente das classes A e B, está cada vez mais conectado a ferramentas tecnológicas”, complementou.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO