Continua busca por corpo de menina de 12 anos do naufrágio de Mar Grande

Os agentes de busca pelas vítimas do naufrágio de quinta-feira (24) na Baía de Todos os Santos continuam à procura do corpo de uma menina de 12 anos de idade; a busca pela criança (que seria a vigésima morte confirmada no acidente) começou depois que parentes registraram o desaparecimento dela na delegacia de Vera Cruz; segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, a tia da menina informou aos policiais que a garota "foi colocada praticamente dentro do barco", para que sua mãe a recebesse no desembarque em Salvador

Os agentes de busca pelas vítimas do naufrágio de quinta-feira (24) na Baía de Todos os Santos continuam à procura do corpo de uma menina de 12 anos de idade; a busca pela criança (que seria a vigésima morte confirmada no acidente) começou depois que parentes registraram o desaparecimento dela na delegacia de Vera Cruz; segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, a tia da menina informou aos policiais que a garota "foi colocada praticamente dentro do barco", para que sua mãe a recebesse no desembarque em Salvador
Os agentes de busca pelas vítimas do naufrágio de quinta-feira (24) na Baía de Todos os Santos continuam à procura do corpo de uma menina de 12 anos de idade; a busca pela criança (que seria a vigésima morte confirmada no acidente) começou depois que parentes registraram o desaparecimento dela na delegacia de Vera Cruz; segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, a tia da menina informou aos policiais que a garota "foi colocada praticamente dentro do barco", para que sua mãe a recebesse no desembarque em Salvador (Foto: Romulo Faro)

Sayonara Moreno – correspondente da Agência Brasil

Os agentes de busca pelas vítimas do naufrágio ocorrido na última quinta-feira (24) na Baía de Todos-os-Santos continuam à procura do corpo de uma menina de 12 anos de idade. A busca pela criança - que seria a vigésima morte confirmada no acidente – começou depois que parentes registraram o desaparecimento dela na delegacia de Vera Cruz.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, a tia da menina informou aos policiais que a garota "foi colocada praticamente dentro do barco", para que a mãe a recebesse no desembarque em Salvador. A Polícia Civil continua com inquérito aberto para apurar as causas do acidente e informou que ouviu, até o momento, 112 pessoas a respeito da tragédia, incluindo a tia da menina desaparecida, tripulantes e o proprietário da empresa responsável pela embarcação.

Na 24ª Delegacia Territorial de Vera Cruz, as vítimas e os familiares continuam recebendo os pertences encontrados em alto-mar, desde que apresentem documento de identificação. As travessias entre Mar Grande e Salvador foram retomadas ontem (29), sob autorização da Marinha, que havia liberado o serviço para a última segunda-feira (28). No entanto, um protesto de familiares das vítimas impediu a retomada dos trabalhos, que foi adiada por um dia. Durante o protesto, eles alegaram falta de segurança nas travessias.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247