Contra fake news, Justiça manda MBL publicar direito de resposta de Jaques Wagner

Após ter mais de 100 páginas e perfis excluídos pela Justiça, devido à propagação de fake news, o MBL publicou mentiras e ofensas contra o ex-governador da Bahia Jaques Wagner; eles divulgaram que ocorreu uma suposta reação do público em uma manifestação pró-Lula no dia 11 de agosto, no Shopping Barra, em Salvador (BA); Wagner sequer estava presente

Contra fake news, Justiça manda MBL publicar direito de resposta de Jaques Wagner
Contra fake news, Justiça manda MBL publicar direito de resposta de Jaques Wagner (Foto: Elza Fiúsa/Agência Brasil)

Revista Forum - A Justiça determinou que o direito de resposta do ex-governador da Bahia e candidato ao Senado, Jaques Wagner, fosse publicado nesta quinta-feira (30) na página do MBL no Facedbook. A decisão foi tomada pela desembargadora Gardênia Pereira Duarte, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da Bahia.

Após ter mais de 100 páginas e perfis excluídos pela Justiça, devido à propagação de fake news, o MBL publicou mentiras e ofensas contra Wagner. Eles divulgaram que ocorreu uma suposta reação do público em uma manifestação pró-Lula no dia 11 de agosto, no Shopping Barra, em Salvador. Wagner sequer estava presente.

Leia a íntegra do texto

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247