Coritiba é bi no Paraná

Comeam a sair os primeiros campees regionais. E o "Coxa" um deles



Não teve volta olímpica, mas festejar o título na casa do maior rival e com o recorde de 21 vitórias seguidas foi a recompensa para o Coritiba. Neste domingo, pela 10.ª e penúltima rodada do segundo turno do Campeonato Paranaense, o time derrotou o Atlético por 3 a 0, em plena Arena da Baixada, em Curitiba, e conquistou o título estadual - o segundo de forma consecutiva e o 35.º da história.

Campeão do primeiro turno, o Coritiba já estava garantido na decisão. No clássico deste domingo, precisava apenas de um empate para faturar o segundo e conquistar o título sem a necessidade de uma final em duas partidas. Fez mais do que isso e conseguiu a 21.ª vitória seguida - 16 pelo Estadual e 5 pela Copa do Brasil. Assim, iguala o recorde do Palmeiras, em 1996. O time paulista, sob comando do técnico Vanderlei Luxemburgo, marcou época com Djalminha, Rivaldo e Muller.

A vida do Coritiba foi facilitada logo no começo do primeiro tempo. Aos oito minutos, o zagueiro do Atlético, Manoel, deixou a mão no rosto do atacante Bill e foi expulso. A expulsão mudou a história do jogo. O Atlético, que começou melhor, sentiu a expulsão, passou a dar espaços e começou a ser sufocado.

Aos 31 minutos, Pereira colocou a bola na área, em cobrança de escanteio, o goleiro Renan rebateu, mas mandou a bola na cabeça do oportunista Bill, que só escorou para abrir o placar. Decisivo, o mesmo centroavante ampliou no final do primeiro tempo, com um chute de fora da área.

O Atlético voltou para o segundo tempo para o tudo ou nada. Mesmo com um homem a menos, até tentou uma série de ataques contra o gol de Edson Bastos. Porém, é impressionante a boa fase do Coritiba que, após passar ileso pelas investidas do rival, fez mais um gol. Aos 42 minutos, Leonardo recebeu na frente e encobriu o goleiro. Um belo gol para coroar a brilhante campanha do time.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email