Corrupção trava licitação de semáforos de Doria

Por conta de corrupção e falhas da Prefeitura de São Paulo, a gestão João Doria (PSDB) segue sem resolver os problemas dos semáforos da cidade; falhas elétricas e de sinalização pioram o trânsito e causam acidentes na capital paulista enquanto Doria segue em campanha presidencial país afora

SAO PAULO, 01 DE ABRIL DE 2014. Visita a implantacao do Sistema Queue Jump Local: Esquina da rua Clelia com a rua Tiberio – Lapa FOTO: FABIO ARANTES/SECOM
SAO PAULO, 01 DE ABRIL DE 2014. Visita a implantacao do Sistema Queue Jump Local: Esquina da rua Clelia com a rua Tiberio – Lapa FOTO: FABIO ARANTES/SECOM (Foto: Charles Nisz)

SP 247 - Há 41 dias, a cidade de São Paulo espera pelo fim da licitação para manutenção dos semáforos da cidade.

No entanto, não há acordo firmado entre o governo João Doria (PSDB) e as vencedoras da licitação. Assim, a cidade vê um sistema que atrapalha o trânsito e causa acidentes, informa o jornal Folha de S. Paulo. Com suspeitas sobre o pregão, várias empresas entraram na Justiça questionando a licitação. O certame de R$ 40 milhões foi vencido pelas empresas que já prestam o serviço.

Em janeiro, a CET montou edital para resolver a manutenção dos 6400 semáforos da capital paulista. Enquanto isso, a Prefeitura pediu que as empresas que prestavam o serviço (Meng, Serttle e Arc) que estendessem o contrato por mais três meses sem receber a mais pelo trabalho. Outras empresas doaram placas de sinalização ao custo de R$ 700 mil. Falhas da Prefeitura inviabilizaram a concorrência.

Novo pregão feito em julho escolheu três vencedoras. No lote 1, a primeira colocada foi uma multinacional austríaca, Kapsch, impugnada por erros na documentação. Outra empresa, a Pro Sinalização, foi inabilitada por não ter dado comprovações de que já havia instalado e mantido 50 unidades de no-breaks para semáforos, que é o dispositivo que permite o funcionamento do semáforo mesmo quando falta energia.

Com tamanha dificuldade em terminar a licitação, a Prefeitura ofereceu os contratos para as empresas Meng e Arc, com o condicionante de que as empresas reduzissem os custos. Essas mudanças de custo são contestadas na Justiça pelas empresas que perderam a licitação. Por conta dos semáforos danificados, a Prefeitura anunciou uma força-tarefa para resolver os problemas com as empresas vencedoras da licitação.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247