CPI ouve Kataiama e vota novas convocações

Deputados decidem sobre reconvocação de Cairo de Freitas, ex-chefe de gabinete da Prefeitura de Goiânia; está prevista ainda a votação de convite a depor e de quebra dos sigilos do vereador Agenor Mariano (PMDB), candidato a vice-prefeito na chapa de Paulo Garcia

CPI ouve Kataiama e vota novas convocações
CPI ouve Kataiama e vota novas convocações (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás247_ A CPI da Assembleia inicia logo mais às 8 horas sua 15ª reunião, quando serão ouvidos o delegado de polícia Natal de Castro e o coronel da PM Sérgio Katayama. Também está prevista a apreciação de requerimentos para que sejam convocados novos nomes e pedidos de quebra dos sigilos do vereador Agenor Mariano, de Cairo de Freitas e da construtora Delta.

De autoria dos deputados Talles Barreto (PTB) e Tulio Isac (PSDB), serão votados requerimentos para que seja intimado a depor o empresário Esupério Aguilar, proprietário da empresa Bio Ambiental e Saneamento, e para que seja convidado o vereador Agenor Mariano e o promotor de justiça Élvio Vicente da Silva, de Aparecida de Goiânia. Agenor foi secretário de Administração e Recursos Humanos da Prefeitura de Goiânia entre 2005 e 2008, na gestão de Iris Rezende,

Também será votado pedido para que a CPI, criada para investigar possível ligação de autoridades goianas com a contravenção e ainda a atuação das empresas Delta e Gerplan no Estado, tenha acesso aos sigilos bancário, fiscal e telefônico de Agenor Mariano; da Delta Construções, em relação a transações realizadas Goiás; e de Cairo Alberto de Freitas, ex-chefe de gabinete do prefeito Paulo Garcia.

Deputados membros da Comissão apreciam ainda pedido para que a Comissão solicite cópias de pagamentos realizados à empresa Qualix no ano de 2010 pela Prefeitura de Goiânia e para que sejam solicitados à Justiça Federal os números telefônicos utilizados pelos membros do grupo do contraventor Carlos Cachoeira, em especial, os da marca Nextel. Todos os requerimento são de autoria de Talles Barreto e Tulio Isac.

O depoimento de Sérgio Katayama está marcado para as 9 horas e o do delegado Natal de Castro para as 10 horas. Ambos são citados na Operação Monte Carlo, deflagrada pela Polícia Federal e Ministério Público Federal contra suspeitos de explorar jogos caça-níqueis em Goiás. Katayama, que foi comandante do policiamento militar em Goiânia, se afastou da função por causa da investigação.

Veja aqui a pauta prévia da reunião desta quinta-feira, 16.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email