Cruzeiro vence a Superliga masculina de vôlei

Equipe celeste, que foi vice no ano passado, derrotou o Vlei Futuro (SP) de virada, neste sbado, por 3 sets a 1

Cruzeiro vence a Superliga masculina de vôlei
Cruzeiro vence a Superliga masculina de vôlei (Foto: Alexandre Arruda/CBV)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

CBV – O Cruzeiro (MG) é o novo campeão da Superliga masculina de vôlei. Depois de ficar com o vice-campeonato no ano passado, o time celeste venceu o Vôlei Futuro (SP), de virada, neste sábado 21 por 3 sets a 1 (24/26, 25/18, 25/13 e 25/19), em 2h13 no ginásio Poliesportivo, em São Bernardo do Campo (SP), e ficou com o título da edição 11/12.

No ano seguinte após receber a medalha de prata, o técnico Marcelo Mendez vibrou com o troféu de campeão. “Ganhar aqui é muito importante para mim”, afirmou o argentino, que relacionou o título deste ano com o vice-campeonato do ano passado. “Acho que a confiança foi fundamental. Em momentos difíceis da partida, o time teve paciência para jogar. Isso foi construído no trabalho do dia a dia. Foi um aprendizado do grupo. No ano passado faltou muito pouco. Esse ano o grupo amadureceu e jogou muito melhor. É uma vitória do grupo”.

Maior pontuador da final, com 20 acertos, o ponteiro Maurício agradeceu a chance de defender o atual time. “Hoje sou um jogador mais experiente. O Cruzeiro me deu a oportunidade de ajudar a equipe a ser campeã e está aí o resultado. Agora sei que eu tenho que me preparar ainda mais porque a cada ano temos o melhor campeonato do mundo”, disse Maurício.

Terceiro maior pontuador da Superliga, o oposto Wallace agradeceu o apoio da torcida, que viajou de Contagem a São Bernardo do Campo. “Eles sempre torcem pelo nosso time, ajudam muito e hoje não foi diferente”, comentou o atacante, que também falou sobre a partida. “Foi um jogo difícil, mas a gente conseguiu cumprir taticamente o que tinha combinado e a nossa união foi fundamental. Além disso, todos jogaram bem”.

O levantador e capitão William levantou o troféu e saiu de quadra como o melhor da partida. O título vem, segundo o jogador, para premiar a temporada. “Sabemos do nosso valor, do nosso esforço do dia a dia e fomos coroados. No esporte, um dia ganha e outro perde. Temos vencido bastante e perdemos na Superliga do ano passado. A vida do atleta é assim. E temos que aprender na derrota muito mais do que na vitória”, destacou William Arjona.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email