Cubana usa Caiado para ir até o namorado em Miami

Ramona Matos, médica que abandonou o programa Mais Médicos, pediu asilo na Embaixada Norte-Americana antes de buscar abrigo no líder do Democratas na Câmara; objetivo principal da dissidente é encontrar-se com o companheiro, também cubano, que mora na paradisíaca cidade da Flórida; diplomacia dos EUA, por enquanto, nega refúgio a Ramona, que vai ficando hospedada na liderança do DEM; partido, e em especial o deputado Ronaldo Caiado (GO), usa a médica que saiu do Pará para atacar o programa do governo e deixa as portas abertas para novos dissidentes

www.brasil247.com - Ramona Matos, médica que abandonou o programa Mais Médicos, pediu asilo na Embaixada Norte-Americana antes de buscar abrigo no líder do Democratas na Câmara; objetivo principal da dissidente é encontrar-se com o companheiro, também cubano, que mora na paradisíaca cidade da Flórida; diplomacia dos EUA, por enquanto, nega refúgio a Ramona, que vai ficando hospedada na liderança do DEM; partido, e em especial o deputado Ronaldo Caiado (GO), usa a médica que saiu do Pará para atacar o programa do governo e deixa as portas abertas para novos dissidentes
Ramona Matos, médica que abandonou o programa Mais Médicos, pediu asilo na Embaixada Norte-Americana antes de buscar abrigo no líder do Democratas na Câmara; objetivo principal da dissidente é encontrar-se com o companheiro, também cubano, que mora na paradisíaca cidade da Flórida; diplomacia dos EUA, por enquanto, nega refúgio a Ramona, que vai ficando hospedada na liderança do DEM; partido, e em especial o deputado Ronaldo Caiado (GO), usa a médica que saiu do Pará para atacar o programa do governo e deixa as portas abertas para novos dissidentes (Foto: Realle Palazzo-Martini)


Goiás247_ A médica cubana desistente do "Mais Médicos" e o deputado federal Ronaldo Caiado (DEM) já conseguiram montar um roteiro digno de novela latina. Ramona Matos alegou estar recebendo apenas 400 dólares do programa do governo federal e deixou a cidade de Pacajá, no Pará, para buscar refúgio em Brasília, nos braços do parlamentar goiano. A realidade, porém, é que o objetivo de Ramona é encontrar-se com o namorado, outro cubano refugiado em Miami.

Ramona usou Caiado, que usou Ramona, adicionando contornos dramáticos à "fuga" da médica cubana dos rincões da Amazônia, no Pará. Disse que ela estava sendo vigiada pela polícia local e que só agora teria conseguido burlar esta segurança.

O deputado é opositor do governo Dilma e abraçou Ramona e sua causa. Ele, que já havia comparado no ano passado o programa à escravidão, levou a cubana ao Congresso e fez seu proselitismo político.

Ramona é tratada pelo DEM como uma refugiada e está abrigada na liderança do partido no Congresso. Come, dorme e toma banho lá.

Mas agora surgiu um novo componente neste folhetim político. A cubana tem um companheiro que mora em Miami e quer ir para as terras norte-americanas. Antes de desembarcar nos braços de Caiado, a médica foi à Embaixada dos EUA em Brasília pedir asilo. Tomou um não como resposta.

O DEM afirma que vai pedir asilo político ao governo brasileiro para Ramona. Enquanto isso, ela vive na Liderança do partido e Caiado pode ter uma hóspede por muito tempo. Não se sabe se ou quando a Embaixada norte-americana autorizará o visto para que Ramona desembarque em Miami.

Enquanto isso Caiado segue como tutor de Ramona, hospedando a médica e criticando o governo federal. É a nova novela do Congresso.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email