Daniel e Andrey viram pó como esperança de renovação no PMDB

Deputado federal Daniel Vilela e presidente da Câmara despontaram como sopro de renovação no PMDB goiano, mas vivem péssima fase e são contestados por aliados e colegas de partido; na presidência do partido, Daniel vem sendo criticado pela falta de atividades do PMDB para as eleições de 2018; além disso, o deputado foi delatado por executivos da Odebrecht; Andrey Azeredo é vereador de primeiro mandato e já virou presidente da Câmara, porém faz uma gestão apagada e submissa ao Executivo

Deputado federal Daniel Vilela e presidente da Câmara despontaram como sopro de renovação no PMDB goiano, mas vivem péssima fase e são contestados por aliados e colegas de partido; na presidência do partido, Daniel vem sendo criticado pela falta de atividades do PMDB para as eleições de 2018; além disso, o deputado foi delatado por executivos da Odebrecht; Andrey Azeredo é vereador de primeiro mandato e já virou presidente da Câmara, porém faz uma gestão apagada e submissa ao Executivo
Deputado federal Daniel Vilela e presidente da Câmara despontaram como sopro de renovação no PMDB goiano, mas vivem péssima fase e são contestados por aliados e colegas de partido; na presidência do partido, Daniel vem sendo criticado pela falta de atividades do PMDB para as eleições de 2018; além disso, o deputado foi delatado por executivos da Odebrecht; Andrey Azeredo é vereador de primeiro mandato e já virou presidente da Câmara, porém faz uma gestão apagada e submissa ao Executivo (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - O deputado federal Daniel Vilela e o vereador Andrey Azeredo despontaram como esperança de renovação no PMDB goiano. O filho de Maguito Vilela conseguiu virar presidente do partido. Este sempre foi seu objetivo, desde 2015, para então começar a consolidar sua candidatura ao governo de Goiás.

Depois de atuar em algumas pastas da prefeitura de Goiânia, Andrey Azeredo foi eleito vereador e, mesmo novato, assumiu a presidência da Câmara Municipal. Os dois agora vivem péssima fase e já não despertam empolgação nos colegas de partido. Daniel e o pai foram delatados por executivos da Odebrecht, que acusaram os dois de receber dinheiro via caixa 2 em campanhas. Eles negam as acusações.

Andrey Azeredo faz uma gestão submissa ao Executivo e não conseguiu imprimir uma agenda de pautas produtivas para Goiânia. Uma Comissão de Inquérito insatalada na Casa ainda investiga irregularidades na SMT, onde Andrey foi presidente. 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247