De Assis: "o povo na rua o golpe recua"

O presidente do PT Ceará, Francisco de Assis Diniz, está convicto que a ação dos movimentos sociais em ocupar as ruas não permitirá que aconteça o golpe. Para ele, a decisão do STF, na noite de ontem, só serviu para reforçar a força militante dos que defendem a democracia. "Minha palavra de ordem é: o povo na rua o golpe recua"

O presidente do PT Ceará, Francisco de Assis Diniz, está convicto que a ação dos movimentos sociais em ocupar as ruas não permitirá que aconteça o golpe. Para ele, a decisão do STF, na noite de ontem, só serviu para reforçar a força militante dos que defendem a democracia. "Minha palavra de ordem é: o povo na rua o golpe recua"
O presidente do PT Ceará, Francisco de Assis Diniz, está convicto que a ação dos movimentos sociais em ocupar as ruas não permitirá que aconteça o golpe. Para ele, a decisão do STF, na noite de ontem, só serviu para reforçar a força militante dos que defendem a democracia. "Minha palavra de ordem é: o povo na rua o golpe recua" (Foto: Fatima 247)

O presidente do PT Ceará, Francisco de Assis Diniz considera que a decisão do STF em negar o pedido de liminar da ação impetrada na quinta-feira pela Advocacia-Geral da União para que a votação na Câmara, marcada para domingo, fosse suspensa, em face principalmente, do cerceamento de defesa da presidenta Dilma Rousseff, não altera em nada as mobilizações programadas de hoje até domingo. "A decisão do STF, apenas reforça a força da militância democrática deste País. Aqui no Ceará estamos mobilizados com força total para barrar o golpe". 

De Assis não quis tecer maiores comentários sobre o mérito da decisão do STF. "Deixo para a história a avaliação do papel de um tribunal superior que tem como atribuições defender a Constituição, a legalidade e a democracia. Nosso papel e do todos os que estão ao lado do Brasil é garantir nas ruas o futuro das novas gerações, não permitindo que uma "quadrilha de elite" se aproprie do País. E isso nós estamos fazendo. Cada revés só aumenta a força dos que defendem uma sociedade justa, igualitária e solidária". 

De Assis diz não ter dúvidas que o processo será barrado no próximo domingo. "Apesar das articulações e da pressão em cima dos parlamentares, temos certeza que naquela Câmara ainda tem uma grande número de homens sérios. Não é possível que todos sejam canalhas. Minha palavra de ordem é: o povo na rua o golpe recua". 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247