CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

De FHC a Dilma: "Os fatos não foram contestados"

Ex-presidente promete não bater boca com a presidente, mas a critica por redigir nota que não negaria o aspecto factual da “herança maldita” que ele atribuiu ao também ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; FHC diz que espera continuar mantendo relação amistosa com Dilma, depois do episódio

De FHC a Dilma: "Os fatos não foram contestados" (Foto: Edição/247)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – Fiel a seu estilo, Fernando Henrique Cardoso prometeu não bater boca com a presidente Dilma Rousseff, que o criticou por ter atribuído ao ex-presidente Lula uma “herança maldita”, mas deu uma declaração à jornalista Vera Magalhães, do Painel da Folha de S. Paulo, em que aproveitou para alfinetar novamente seu desafeto Lula. “O que escrevi se refere a fatos e não a adjetivar pessoas, e os fatos não foram contestados”, afirmou FHC.

O ex-presidente insinuou ainda que Dilma não deveria se sentir ofendida, uma vez que a crítica não era endereçada a ela, mas “ao governo anterior”. Ele afirmou ainda que espera continuar mantendo uma “relação amistosa” com a presidente Dilma, a despeito do episódio.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

No último domingo, FHC publicou o artigo “Herança pesada”, em que acusou Lula de ter legado a Dilma duas crises paralelas: uma moral, ligada ao mensalão, e outra econômica. A presidente o contestou, afirmando que, no governo Lula, milhões de brasileiros saíram da pobreza, o Brasil cresceu mais, fortaleceu suas contas externas e acumulou reservas. Além disso, definiu Lula como estadista por não alterar regras institucionais em seu benefício – como FHC fez com a emenda da reeleição.

Na comparação objetiva entre as heranças legadas por FHC a Lula, e por Lula a Dilma, os dados são desfavoráveis ao ex-presidente tucano (confira).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO