Delegação do Ceará de Atletismo retorna a Fortaleza, após assalto a caminho de torneio

A delegação cearense que viajava para o 41º Troféu Norte/Nordeste de Atletismo, em Recife, sofreu um assalto na estrada quando passava pela cidade de Mossoró, no interior do Rio Grande do Norte. Após o ocorrido, a maioria dos atletas preferiu voltar para Fortaleza e não participar do torneio. A delegação do Ceará era a segunda maior em atletas no evento

A delegação cearense que viajava para o 41º Troféu Norte/Nordeste de Atletismo, em Recife, sofreu um assalto na estrada quando passava pela cidade de Mossoró, no interior do Rio Grande do Norte. Após o ocorrido, a maioria dos atletas preferiu voltar para Fortaleza e não participar do torneio. A delegação do Ceará era a segunda maior em atletas no evento
A delegação cearense que viajava para o 41º Troféu Norte/Nordeste de Atletismo, em Recife, sofreu um assalto na estrada quando passava pela cidade de Mossoró, no interior do Rio Grande do Norte. Após o ocorrido, a maioria dos atletas preferiu voltar para Fortaleza e não participar do torneio. A delegação do Ceará era a segunda maior em atletas no evento (Foto: Fatima 247)

Ceará 247 - A delegação cearense que viajava para o 41º Troféu Norte/Nordeste de Atletismo, que foi aberto na tarde desta sexta-feira (19), em Recife, sofreu um assalto na estrada quando passava pela cidade de Mossoró, no interior do Rio Grande do Norte, a caminho do torneio.

Por volta das 2h, da madrugada de sexta-feira, o ônibus fretado para levar os 28 atletas e a comissão técnica, foi abordado por cinco homens armados de fuzis. O grupo rendeu todos os passageiros e os levou para um local afastado e roubou todos os pertences.

Segundo relatou o atleta Thiago Felipe Lopes os bandidos os mantiveram como reféns por várias horas. "Eles nos sequestraram, revistaram nossas mochilas enquanto nos ameaçavam. Foram horas muito tensas", relatou Thiago, contando que a equipe só foi liberada às 6h, quando, por maioria, ficou decido o retorno à Fortaleza. "Como pessoa, me sinto muito aliviado, mas, enquanto atleta, estou frustrado porque, mesmo após esse fato triste, gostaria de seguir para a competição. Outros queriam isso também, mas a maioria votou pelo retorno", explicou ele, que compete as provas de decatlo e salto com vara. A delegação do Ceará era a segunda maior em atletas no evento, só perdendo em numero aos donos da casa.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247