CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Delegado Waldir é vetado na Rede de Marina Silva

Deputado federal tucano, o mais votado de Goiás nas últimas eleições, procurou a direção nacional e foi informado de que a agremiação (que ainda nem partido é) não tem interesse em receber parlamentares da Bancada da Bala; o deputado delegado, que ameaça deixar o PSDB caso não seja escolhido para disputar a Prefeitura de Goiânia em 2016, fez um movimento atabalhoado ao ignorar a direção local na tentativa de se impor nacionalmente; ao buscar informações sobre o parlamentar, o coordenador nacional de Organização da Rede, Pedro Ivo Batista (foto), obteve as piores referências possíveis com os dirigentes de Goiás

Imagem Thumbnail
Deputado federal tucano, o mais votado de Goiás nas últimas eleições, procurou a direção nacional e foi informado de que a agremiação (que ainda nem partido é) não tem interesse em receber parlamentares da Bancada da Bala; o deputado delegado, que ameaça deixar o PSDB caso não seja escolhido para disputar a Prefeitura de Goiânia em 2016, fez um movimento atabalhoado ao ignorar a direção local na tentativa de se impor nacionalmente; ao buscar informações sobre o parlamentar, o coordenador nacional de Organização da Rede, Pedro Ivo Batista (foto), obteve as piores referências possíveis com os dirigentes de Goiás (Foto: Realle Palazzo-Martini)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Goiás247 - Fenômeno de votos nas eleições de 2014, o deputado federal Delegado Waldir (PSDB) teve frustrada uma tentativa de ingressar na Rede Sustentabilidade, agremiação política encabeçada pela ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva que busca o registro partidário no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O parlamentar enviou sinais à direção nacional da Rede e obteve em resposta que o grupo não tem interesse em adesões de integrantes da Bancada da Bala.

A recusa da Rede se deu não apenas pela divergência programática. O deputado delegado fez um movimento atabalhoado ao ignorar a direção local na tentativa de se impor nacionalmente. Ao buscar informações sobre o parlamentar, o coordenador nacional de Organização da Rede, Pedro Ivo Batista, obteve as piores referências possíveis com os companheiros de Goiás. No Estado, a Rede Sustentabilidade tem à frente o procurador da Advocacia Geral da União (AGU) Aguimar Jesuíno, que se candidatou ao Senado pelo PSB nas últimas eleições.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Waldir tem feito reiteradas ameaças de deixar o PSDB caso seja preterido na escolha do candidato tucano à Prefeitura de Goiânia nas eleições de 2016. O delegado argumenta que obteve na capital perto de 180 mil votos em 2014. O número é quase três vezes superior ao obtido pelo candidato apoiado pelo PSDB em 2012, o líder do PTB na Câmara Federal Jovair Arantes.

A estratégia de colocar a faca no pescoço dos dirigentes tucanos, no entanto, não tem funcionado. Ao contrário, tem irritado as lideranças partidárias. Atualmente o pré-candidato mais bem posicionado é o presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop), Jayme Rincón, que nunca disputou uma eleição.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Para não desperdiçar o capital político do delegado, porém, o PSDB oferece a Waldir a indicação para concorrer em algum município da região metropolitana de Goiânia. O parlamentar também foi muito bem votado em Aparecida de Goiânia, o segundo maior colégio eleitoral do Estado e administrado pelo oposicionista PMDB.

Faleiros

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Waldir não é o primeiro tucano de Goiás a ser rejeitado pela Rede. O ex-secretário de Saúde do Estado e suplente de deputado federal Antônio Faleiros também ameaçou deixar o PSDB e teve frustrada sua ambição de ingressar na Rede. O médico até conseguiu suporte local. A direção regional da Rede aprovou seu ingresso por 10 votos contra 1. Mas Faleiros foi vetado nacionalmente pela ex-senadora e vereadora de Maceió Heloísa Helena, influenciada pelo ex-dirigente nacional da Rede Martiniano Cavalcante.

A direção nacional engavetou o pedido de ingresso de Faleiros.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Ao final, Faleiros foi contemplado com uma secretaria extraordinária (sem função definida) no governo Marconi Perillo e decidiu continuar no PSDB. Gerson Neto, o único integrante da direção goiana da Rede a votar contra a entrada de Faleiros, acusa o médico de ter usado a ameaça de ingressar na organização como forma de chantagem para obter um cargo no governo. Aguimar, o porta voz local, diz que Faleiros se cansou de esperar por uma definição de Brasília.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO