Deltan diz que obedece, mas protesta contra decisão de Toffoli

O procurador Deltan Dallagnol afirmou que a Lava Jato irá cumprir a decisão de Antonio Dias Toffoli, presidente do Supremo, mas que lamenta a orientação. Ele disse: “a força tarefa cumprirá a decisão do Pres. do STF para dar acesso às bases de dados, mas lamenta a orientação inédita de compartilhar informações sigilosas"

Deltan Dallagnol
Deltan Dallagnol (Foto: Pedro de Oliveira/ ALEP)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Deltan Dallagnol lamentou a decisão de Dia Toffoli sobre o acesso à base de dados da força-tarefa da Lava Jato. Ele destacou que a operação irá cumprir a decisão a contragosto. 

Deltan está acuado com o volume de denúncias e reportagens que têm vindo à tona com relação à força-tarefa e sua respectiva colaboração com o Departamento de Justiça Americano. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email