Delúbio deve cumprir o resto da pena em casa

Ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, condenado a seis anos e oito meses de prisão na AP 470, pode ser libertado a qualquer momento para cumprir o resto de sua pena em prisão domiciliar; segundo a Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal, como já cumpriu um sexto da condenação, ele pode pedir a progressão de regime; autorização depende do ministro Luís Roberto Barroso, relator do chamado 'mensalão' no Supremo Tribunal Federal

Delúbio deve cumprir o resto da pena em casa
Delúbio deve cumprir o resto da pena em casa (Foto: ANDRE DUSEK)

247 - Condenado a seis anos e oito meses de prisão na AP 470, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, pode ser libertado a qualquer momento para cumprir o resto de sua pena em prisão domiciliar.

Segundo a Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal, como já cumpriu um sexto da pena, ele pode pedir a progressão de regime.
Atualmente, ele está preso na Papuda, em Brasília, no regime semiaberto. Sai para trabalhar na Central Única dos Trabalhadores (CUT) durante o dia e volta para a cadeia à noite, para dormir.

O pedido de progressão da pena deve ser julgado pelo ministro Luís Roberto Barroso, relator do chamado mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF).

O benefício já foi concedido ao ex-deputado José Genoino (PT-SP) e o ex-tesoureiro do PL (atual PR) Jacinto Lamas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247