DEM de Caiado perde prefeito para o PSDB

O prefeito de Hidrolândia, Paulo Sérgio, conhecido como Paulinho, esteve nesta terça-feira no Palácio das Esmeraldas para comunicar ao governador Marconi Perillo sobre sua filiação ao PSDB; o gestor, reeleito no ano passado, deixa o DEM um dia após o senador Ronaldo Caiado anunciar que será candidato ao governo estadual em 2018; na eleição municipal do ano passado, o DEM elegeu 10 prefeitos em Goiás

O prefeito de Hidrolândia, Paulo Sérgio, conhecido como Paulinho, esteve nesta terça-feira no Palácio das Esmeraldas para comunicar ao governador Marconi Perillo sobre sua filiação ao PSDB; o gestor, reeleito no ano passado, deixa o DEM um dia após o senador Ronaldo Caiado anunciar que será candidato ao governo estadual em 2018; na eleição municipal do ano passado, o DEM elegeu 10 prefeitos em Goiás
O prefeito de Hidrolândia, Paulo Sérgio, conhecido como Paulinho, esteve nesta terça-feira no Palácio das Esmeraldas para comunicar ao governador Marconi Perillo sobre sua filiação ao PSDB; o gestor, reeleito no ano passado, deixa o DEM um dia após o senador Ronaldo Caiado anunciar que será candidato ao governo estadual em 2018; na eleição municipal do ano passado, o DEM elegeu 10 prefeitos em Goiás (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O prefeito de Hidrolândia, Paulo Sérgio, conhecido como Paulinho, esteve hoje no Palácio das Esmeraldas para comunicar ao governador Marconi Perillo sobre sua filiação ao PSDB. O gestor, reeleito no ano passado, deixa o DEM um dia após o senador Ronaldo Caiado anunciar que será candidato ao governo estadual em 2018.

Na eleição municipal do ano passado, o DEM elegeu 10 prefeitos em Goiás. Com a saída de Paulinho, o número cai para nove e Caiado tem que lidar agora com uma baixa. O partido está enfraquecido no Estado e se resume na figura do senador. Caiado se mostra disposto a continuar na legenda, mantendo a aliança com o PMDB. 

Na segunda-feira, o deputado federal e presidente do PMDB em Goiás, Daniel Vilela, disse que o partido terá candidato próprio ao governo, num claro sinal para Caiado.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247