DEM sofrerá debandada com saída de ACM Neto

A tão especulada saída do prefeito ACM Neto do DEM pode acarretar em uma debandada dos quadros do partido na Bahia; o líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Sandro Régis (à direita), é um dos que não escondem a disposição de seguir os passos de ACM; "Minha posição é de ir para onde o prefeito for", diz o deputado; o vereador Leo Prates, líder do DEM na Câmara, afirma que segue a liderança do prefeito; "Eu sigo a liderança política do prefeito ACM Neto"

A tão especulada saída do prefeito ACM Neto do DEM pode acarretar em uma debandada dos quadros do partido na Bahia; o líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Sandro Régis (à direita), é um dos que não escondem a disposição de seguir os passos de ACM; "Minha posição é de ir para onde o prefeito for", diz o deputado; o vereador Leo Prates, líder do DEM na Câmara, afirma que segue a liderança do prefeito; "Eu sigo a liderança política do prefeito ACM Neto"
A tão especulada saída do prefeito ACM Neto do DEM pode acarretar em uma debandada dos quadros do partido na Bahia; o líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Sandro Régis (à direita), é um dos que não escondem a disposição de seguir os passos de ACM; "Minha posição é de ir para onde o prefeito for", diz o deputado; o vereador Leo Prates, líder do DEM na Câmara, afirma que segue a liderança do prefeito; "Eu sigo a liderança política do prefeito ACM Neto" (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - A tão especulada saída do prefeito ACM Neto do Democratas (DEM) pode resultar em debandada dos quadros do partido na Bahia. Dois planos do democrata para sair do partido já naufragaram, que se tratavam das fusões entre DEM e PTB, e do PPS com o PSB.

Agora, PMDB e PSDB aparecem como destinos possíveis para o prefeito, que busca um partido com força maior para disputar as eleições de 2016 e 2018. A mudança de ACM Neto para outra legenda deve abrir caminhos para outros políticos do DEM, principalmente aqueles que têm no prefeito o líder do partido e da oposição.

O líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Sandro Régis, é um dos que não escondem a disposição a seguir os passos de ACM Neto. Ele é enfático ao afirmar que aguarda orientação do gestor. "A minha posição é de ir para onde o prefeito for", diz Régis em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia.

O vereador Leo Prates, líder do DEM na Câmara Municipal, afirma que segue a liderança do prefeito. "Eu sigo a liderança política do prefeito ACM Neto. Com muita tranquilidade, ouvirei ele e também ouvirei o meu grupo político, só após isso é que eu vou tomar uma decisão", afirma o vereador.

A direção que ACM Neto vai tomar também deve influenciar outros políticos que não são do DEM, mas que estão sob o comando do grupo do prefeito. Os vereadores Henrique Carballal e J. Carlos, ambos expulsos do PT, aderiram ao governo democrata e aguardam a orientação de ACM para ingressar em algum partido.

Nos bastidores, é dada como certa a ida do deputado Pablo Barrozo do DEM e para o Solidariedade. O ex-assessor de ACM Neto foi flagrado recentemente tomando café com o presidente do Solidariedade na Bahia, Luciano Araújo; o presidente do partido em Salvador, vereador Geraldo Júnior; e o secretário de Urbanismo, Sílvio Pinheiro. 

Na Câmara, atualmente o DEM tem cinco vereadores: Léo Prates, Cláudio Tinoco, Kátia Alves, Orlando Palhinha e Vado Malassombrado.

Na Assembleia Legislativa, são seis deputados: Fábio Souto, Luciano Ribeiro, Pablo Barrozo (que deve ir para o Solidariedade), Sandro Régis, Targino Machado e Tom Araújo.

Em Brasília, o DEM baiano está representado pelos deputados federais Cláudio Cajado, Elmar Nascimento, José Carlos Aleluia (presidente do partido na Bahia) e Paulo Azi.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247