Dengue: aumenta número de casos no interior de SP

A cidade de Sorocaba, no interior paulista, está em estado de alerta devido ao número de casos de dengue registrados no município; segundo dados do Boletim Epidemiológico da Dengue e da Febre Chikungunya, até o dia 9 de março foram registrados 12.780 casos de dengue no município; o boletim também confirmou a primeira ocorrência de febre chikungunya na cidade; o caso é importado e a vítima adquiriu a doença em Riachão do Jacuípe, na Bahia      

dengue
dengue (Foto: Leonardo Lucena)

Flávia Albuquerque — Repórter da Agência Brasil

A cidade de Sorocaba, no interior paulista, está em estado de alerta devido ao número de casos de dengue registrados no município. Segundo dados do Boletim Epidemiológico da Dengue e da Febre Chikungunya, até o dia 9 de março foram registrados 12.780 casos de dengue no município. O boletim também confirmou a primeira ocorrência de febre chikungunya na cidade. O caso é importado e a vítima adquiriu a doença em Riachão do Jacuípe, na Bahia.

Do total de casos de dengue, 3.864 foram confirmados por critério laboratorial e 8.916 por critério clínico-epidemiológico (casos prováveis); sendo 12.690 autóctones e 90 importados. Atualmente, há 12 casos de óbitos notificados, sendo cinco confirmados para dengue e sete aguardando resultado de exame.

Diante disso, o prefeito Antonio Carlos Pannunzio autorizou a criação de mais 16 leitos na Santa Casa de Sorocaba (15 e mais um de isolamento) para os casos de internação pela doença. Também informou que o exame de sorologia voltará a ser feito em todos os casos suspeitos, a partir de semana que vem.

Em Limeira, no centro-leste do estado de São Paulo, dados do último dia 9 registram 9.551 notificações de suspeitas da doença; 3.473 casos confirmados; 340 suspeitas que foram negativadas; e 5.739 casos aguardando resultados. Os bairros mais atingidos são Parque Nossa Senhora das Dores (283 casos), Jardim Olga Veroni (158), Jardim Piratininga (139), Jardim Morro Azul (95), Jardim Nova Suíça (85), Parque Abílio Pedro (83), Parque Hipólito (74) e Centro (73). Segundo dados da Prefeitura, foram notificadas nove suspeitas de morte pela doença; um óbito confirmado pelo laboratório e sete notificações de morte aguardando confirmação.

Na cidade de Marília, centro-oeste paulista, foram 7.240 notificações, sendo 4.063 confirmadas por meio de exame laboratoriais e 3.177 por diagnóstico clínico. As mortes confirmadas foram seis. Outras nove suspeitas foram descartadas por exames. Já em Catanduva, norte do estado, as notificações chegam a 10.330, das quais 7.707 casos confirmados; 882 negativos; 1.741 aguardando resultado.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247