CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Dengue em Goiânia requer intervenção do Exército

90 homens das Forças Armadas vão dar reforço a partir da próxima segunda-feira; 30 militares serão usados na orientação a pacientes que procuram as unidades básicas de saúde; Capital passa pela maior epidemia de dengue da história com 18 mil casos em menos de dois meses; Secretaria Municipal de Saúde já fez projeção de 50 mil infectados para este ano

Dengue em Goiânia requer intervenção do Exército
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Agência Brasil_ O Exército vai ceder 90 homens para ajudar no combate à epidemia de dengue em Goiânia (GO). Em entrevista à Agência Brasil, a diretora de Vigilância em Saúde da capital goiana, Flúvia Amorim, explicou que o reforço começa na próxima segunda-feira (25) e deve abranger ações de controle do mosquito transmissor e também de atendimento a pacientes com suspeita da doença.

Segundo ela, 60 soldados da Brigada de Operações Especiais serão responsáveis por combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti nas casas. A estimativa é fazer 16 mil visitas domiciliares na cidade neste mês.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

“A presença de um soldado do Exército nos ajuda. Temos alguns locais onde há dificuldade do agente entrar no domicílio. As pessoas acham que não precisa, que a casa está limpa. Desta forma, temos mais força e maior visibilidade nas ações”, explicou Flúvia.

Mais 30 homens vão trabalhar na orientação a pacientes que procuram as unidades básicas de saúde com sintomas de dengue, desempenhando funções administrativas como digitação e registro de fichas. Além disso, quatro barracas serão montadas próximo aos locais de atendimento à saúde com leitos de observação e poltronas de hidratação.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Os 90 homens cedidos pelo Exército foram capacitados na semana passada, entre os dias 13 e 15, e devem permanecer nas funções por pelo menos 30 dias. As ações serão implementadas na região sudoeste de Goiânia e nos centros de assistência integral à saúde (Cais) de Campinas, João Natal, Ciams Novo Horizonte e nos centros de assistência integral médico-sanitário (Ciams) Jardim América. Já as barracas serão instaladas nos Cais dos bairros Goiás, Curitiba e nos Ciams Jardim América e Urias Magalhães.

Dados da Secretaria Municipal de Saúde indicam que Goiânia notificou, até o último dia 16, 17.195 casos de dengue. Em todo o ano de 2012, foram notificados 13.197 casos da doença na cidade e 32 mortes. A diretora lembrou que, historicamente, o município confirma entre 80% e 90% dos casos notificados. Nenhuma morte causada pela dengue foi confirmada este ano, mas pelo menos nove mortes estão sendo investigadas.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO