Deputado devolve a reitor da USP bombas que ele ordenou jogar contra estudantes

Durante sessão da Comissão de Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa de São Paulo, o deputado estadual Carlos Giannazi (PSOL) fez um ato simbólico; depois de fazer diversas críticas contra o reitor da Universidade de São Paulo, Marco Antonio Zago, presente na sessão, o parlamentar devolveu a ele as bombas jogadas contra estudantes e trabalhadores durante um protesto na instituição em março deste ano contra sua gestão

Durante sessão da Comissão de Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa de São Paulo, o deputado estadual Carlos Giannazi (PSOL) fez um ato simbólico; depois de fazer diversas críticas contra o reitor da Universidade de São Paulo, Marco Antonio Zago, presente na sessão, o parlamentar devolveu a ele as bombas jogadas contra estudantes e trabalhadores durante um protesto na instituição em março deste ano contra sua gestão
Durante sessão da Comissão de Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa de São Paulo, o deputado estadual Carlos Giannazi (PSOL) fez um ato simbólico; depois de fazer diversas críticas contra o reitor da Universidade de São Paulo, Marco Antonio Zago, presente na sessão, o parlamentar devolveu a ele as bombas jogadas contra estudantes e trabalhadores durante um protesto na instituição em março deste ano contra sua gestão (Foto: Gisele Federicce)

SP 247 - O deputado estadual Carlos Giannazi (PSOL) fez críticas ao reitor da Universidade de São Paulo (USP), Marco Antonio Zago, sobre o que considera ser uma falta de empenho por parte de reitores do Estado para conseguir, junto ao governador Geraldo Alckmin (PSDB), mais recursos para as universidades.

Durante sessão da Comissão de Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa de São Paulo, nesta quinta-feira 9, Giannazi também fez um ato simbólico: devolveu ao reitor as bombas que ele ordenou jogar contra estudantes e trabalhadores durante um protesto dentro da universidade em março deste ano.

O deputado exigiu explicações a Zago sobre o desmonte que vem ocorrendo na instituição, como o fechando de creches e hospitais. As decisões da atual gestão têm sido motivo de diversos protestos de funcionários e alunos.

Giannazi cobrou o fim das demissões e o reprovou pelo uso da força bruta contra a comunidade acadêmica. O deputado disse textualmente que considera Zago "um dos piores reitores da história da USP". Zago reagiu com violência e jogou o material de volta para cima de Giannazi. Assista ao vídeo acima.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247