Deputados de São Paulo lançam Frente parlamentar contra as reformas

Lançamento ocorrerá a partir das 18h desta quarta-feira 21 na Assembleia Legislativa de São Paulo; iniciativa tem à frente o deputado Teonilio Barba (PT), em conjunto com a bancada petista e deputados de outras siglas de oposição da Casa; Barba considera que as reformas propostas pelo governo Temer configuram "uma ameaça ao processo de construção de cidadania que colocaria o Brasil em retrocesso de no mínimo 100 anos"

Lançamento ocorrerá a partir das 18h desta quarta-feira 21 na Assembleia Legislativa de São Paulo; iniciativa tem à frente o deputado Teonilio Barba (PT), em conjunto com a bancada petista e deputados de outras siglas de oposição da Casa; Barba considera que as reformas propostas pelo governo Temer configuram "uma ameaça ao processo de construção de cidadania que colocaria o Brasil em retrocesso de no mínimo 100 anos"
Lançamento ocorrerá a partir das 18h desta quarta-feira 21 na Assembleia Legislativa de São Paulo; iniciativa tem à frente o deputado Teonilio Barba (PT), em conjunto com a bancada petista e deputados de outras siglas de oposição da Casa; Barba considera que as reformas propostas pelo governo Temer configuram "uma ameaça ao processo de construção de cidadania que colocaria o Brasil em retrocesso de no mínimo 100 anos" (Foto: Gisele Federicce)

SP 247 - Numa iniciativa contra as propostas do governo Temer que significam retrocessos contra direitos históricos dos trabalhadores brasileiros, deputados estaduais de São Paulo lançarão nesta quarta-feira 21 uma frente Frente Parlamentar Contra o Desmonte da Previdência.

A iniciativa tem à frente o deputado Teonilio Barba (PT), em conjunto com a bancada petista e deputados de outras siglas de oposição da Assembleia Legislativa de São Paulo. O lançamento ocorrerá das 18h às 22h na Casa Legislativa.

A Frente deve fortalecer o debate nacional em defesa dos direitos dos trabalhadores e preparar o debate no âmbito estadual, uma vez que a intenção do governo federal é transferir parte do debate sobre o funcionalismo público para as casas legislativas de cada estado da federação.

Teonilio Barba considera que as reformas propostas por Temer configuram "uma ameaça ao processo de construção de cidadania que colocaria o Brasil em retrocesso de no mínimo 100 anos".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247