Deputados repudiam abordagem de Forças Armadas na manifestação

Os deputados Rachel Marques (PT), Dr. Santana (PT) e Carlos Felipe (PCdoB) criticaram, em pronunciamentos na Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (25), a forma como os manifestantes do movimento Ocupa Brasília foram abordados pelas forças de segurança na quarta-feira (24). “Foi uma medida totalmente autoritária contra pessoas que estavam exercendo um direito”, criticou Rachel, voltando a defender a convocação de eleições diretas para a presidência da República

Os deputados Rachel Marques (PT), Dr. Santana (PT) e Carlos Felipe (PCdoB) criticaram, em pronunciamentos na Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (25), a forma como os manifestantes do movimento Ocupa Brasília foram abordados pelas forças de segurança na quarta-feira (24). “Foi uma medida totalmente autoritária contra pessoas que estavam exercendo um direito”, criticou Rachel, voltando a defender a convocação de eleições diretas para a presidência da República
Os deputados Rachel Marques (PT), Dr. Santana (PT) e Carlos Felipe (PCdoB) criticaram, em pronunciamentos na Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (25), a forma como os manifestantes do movimento Ocupa Brasília foram abordados pelas forças de segurança na quarta-feira (24). “Foi uma medida totalmente autoritária contra pessoas que estavam exercendo um direito”, criticou Rachel, voltando a defender a convocação de eleições diretas para a presidência da República (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - Os deputados Rachel Marques (PT), Dr. Santana (PT) e Carlos Felipe (PCdoB) repudiaram, em pronunciamentos na Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (25), a forma como os manifestantes do movimento Ocupa Brasília foram abordados pelas forças de segurança na quarta-feira (24).

De acordo com a petista, pessoas que participavam do movimento contra a reforma trabalhista e previdenciária - convocado pelas centrais sindicais - foram feridas com bombas de gás lacrimogêneo e balas. “Pudemos acompanhar, pelas redes sociais, a quantidade de feridos pela forma truculenta como a tropa policial agiu. Foi uma medida totalmente autoritária contra pessoas que estavam exercendo um direito”, criticou a parlamentar. Ela voltou a defender a convocação de eleições diretas para a escolha de um novo presidente.

O deputado Dr. Santana (PT) considerou a manifestação como uma reação da população diante de propostas que, segundo ele, extinguem direitos dos trabalhadores. Já para Carlos Felipe quando as manifestações deixam de ser pacíficas, precisam ser submetidas à lei. Entretanto, ele avaliou o decreto que solicitou o uso das forças armadas como uma medida exagerada. “Não concordo com depredação de patrimônio público, assim como não concordo com ações truculentas por parte das forças armadas”, declarou.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247