Dez vereadores terão de dar explicações em Goiânia

Eles foram citados em gravaes das operaes Monte Carlo e Las Vegas e sero notificados pela Comisso de tica e Decoro Parlamentar para prestar esclarecimentos

Goiás 247 – Nada menos do que dez vereadores serão notificados pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara de Goiânia para que prestem esclarecimentos sobre o motivo de aparecerem em gravações das operações Las Vegas e Monte Carlo, da Polícia Federal, relacionadas ao esquema comandado pelo empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

As informações estão nesta quinta, 3, no jornal O Popular, em reportagem Fabiana Pulcineli.

De acordo com a reportagem, o presidente do Conselho de Ética, Anselmo Pereira (PSDB), convocou reunião para a tarde de ontem e bateu o martelo pela inclusão de todos os vereadores citados nos grampos telefônicos, “desde os casos mais simplórios até aqueles que aparentemente são mais graves”. A suplente Cida Garcêz deve ser incluída, segundo O Popular, após divulgação de ligação para Cachoeira em que pede ajuda para não bater ponto na Secretaria de Indústria e Comércio.

Os vereadores terão sete dias úteis para apresentar defesa prévia. Também ontem, o vereador Fábio Caixeta (PMN) defendeu em plenário abertura de Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar relação de vereadores com Cachoeira e seu grupo. O Popular, porém, avalia que não há clima na Câmara para que a proposta seja levada adiante.

 

Veja, abaixo, os vereadores serão notificados pelo Conselho de Ética por citações no caso Cachoeira, segundo O Popular:

 

Cida Garcêz (PV)

Indicada pelo irmão para cargo na Secretaria de Indústria e Comércio, Cida ligou para Carlinhos Cachoeira para pedir que ele conversasse com o secretario Alexandre Baldy para liberá-la de bater ponto na pasta. A gravação é de agosto do ano passado e faz parte da Operação Monte Carlo. Suplente de vereador, ela assumiu cadeira na Câmara em fevereiro e deve ser incluída na lista do Conselho de Ética.

 

Elias Vaz (PSOL)

Participou de reuniões com Cachoeira, o senador Demóstenes Torres e o procurador-geral de Justiça, Benedito Torres, para tratar de questões relativas às obras do Parque Mutirama. Lobista da Delta Construção S.A., Cachoeira dava sinais de que comandava grupo na Câmara.

 

Luciano Pedroso (PSB)

É citado nas gravações entre Santana Gomes e Cachoeira a respeito do ex-vereador Túlio Maravilha, que renunciou ao mandato e foi substituído por Pedroso. Santana sugere negociar uma fita contra Túlio com Pedroso por R$ 50 mil.

 

Clécio Alves (PMDB)

Em gravações da Operação Las Vegas, é citado em articulações de Cachoeira para barrar CEI para investigar contratos da Delta na gestão de Iris Rezende (PMDB) Cláudio Abreu diz em conversa com Cachoeira que conversou com Clécio e seu nome não está na lista. No entanto, a CEI foi instalada.

 

Geovani Antônio (PSDB)

Também participou de reuniões articuladas por Cachoeira para tratar do Mutirama. Uma delas foi entre Cachoeira e o ex-chefe de gabinete do prefeito Paulo Garcia (PT), Cairo de Freitas, que pedia aos oposicionistas uma trégua nas críticas às obras do parque.

 

Maurício Beraldo (PSDB)

Também participou de reunião para tratar do Mutirama junto a colegas da oposição ao prefeito.

 

Santana Gomes (PSD)

Além das conversas com Cachoeira sobre Túlio Maravilha, as gravações da Monte Carlo mostram que o vereador participou de reuniões articuladas pelo empresário. Em um dos trechos, Santana diz “sobrevivi até hoje nesse mundo do crime porque eu sei preservar as situações importantes”.

 

Deivison Costa (PTdoB)

Segundo informações do Conselho de Ética, também teria sido procurado pelo grupo de Cachoeira para retirar a assinatura da CEI da Delta, de acordo com gravações da Operação Las Vegas.

 

Juarez Lopes (PTN)

Também é citado nas gravações da Las Vegas, na mesma tentativa de barrar a CEI da Delta. Cláudio diz que Juarez combinou de tirar a assinatura junto com o ex-vereador, hoje deputado estadual licenciado e secretário estadual de Cidadania, Henrique Arantes (PTB). Juarez mostrou documento provando que não retirou.

 

Virmondes Cruvinel (PSD)

Também citado nas articulações para derrubar a proposta de CEI da Delta. Cláudio Abreu diz a Cachoeira qu tenta convencer o vereador a tirar o nome.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247