Dias propõe decreto de emergência para a segurança no Nordeste

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), afirmou que está trabalhando na elaboração de um decreto de emergência, junto com todos os governadores do Nordeste; a iniciativa tem como objetivo pedir a criação de um fundo para a área da segurança na região; o chefe do poder executivo informou que tenta marcar uma reunião emergencial, para o início de setembro, com o objetivo de discutir sobre a situação dos presídios e a criminalidade; “Não tem como o Piauí sozinho tomar medidas em problemas que são nacionais, da mesma forma que não tem como resolver problema da economia que afeta todo o país”, afirmou

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), afirmou que está trabalhando na elaboração de um decreto de emergência, junto com todos os governadores do Nordeste; a iniciativa tem como objetivo pedir a criação de um fundo para a área da segurança na região; o chefe do poder executivo informou que tenta marcar uma reunião emergencial, para o início de setembro, com o objetivo de discutir sobre a situação dos presídios e a criminalidade; “Não tem como o Piauí sozinho tomar medidas em problemas que são nacionais, da mesma forma que não tem como resolver problema da economia que afeta todo o país”, afirmou
O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), afirmou que está trabalhando na elaboração de um decreto de emergência, junto com todos os governadores do Nordeste; a iniciativa tem como objetivo pedir a criação de um fundo para a área da segurança na região; o chefe do poder executivo informou que tenta marcar uma reunião emergencial, para o início de setembro, com o objetivo de discutir sobre a situação dos presídios e a criminalidade; “Não tem como o Piauí sozinho tomar medidas em problemas que são nacionais, da mesma forma que não tem como resolver problema da economia que afeta todo o país”, afirmou (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Piauí 247 - O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), afirmou nesta quinta-feira (24) que está trabalhando na elaboração de um decreto de emergência, junto com todos os governadores do Nordeste. A iniciativa tem como objetivo pedir a criação de um fundo para a área da segurança na região. O chefe do poder executivo informou que tenta marcar uma reunião emergencial, para o início de setembro, com o objetivo de discutir sobre a situação dos presídios e a criminalidade. 

“Não tem como o Piauí sozinho tomar medidas em problemas que são nacionais, da mesma forma que não tem como resolver problema da economia que afeta todo o país. Quanto à criminalidade e ao tráfico, e se estou em um Estado, eu não tenho nenhum poder de controlar a entrada de armas e drogas no País, então há necessidade de ter um fundo que sustente as ações na área da segurança, da mesma forma que existe para a área social e educação”, afirmou Dias, durante o lançamento do Plano Estadual de Prevenção ao Suicídio, nesta quinta-feira(24), no auditório da Associação Piauiense de Prefeitos Municipais (APPM). 

Dias afirmou está tomando medidas medidas para resolver problemas como como o incêndio de veículos, que aconteceu na última segunda(21) em Teresina, mas ressaltou a necessidade de um decreto de emergência pelo menos na região Nordeste.

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247