“Dilma governa com o coração e seus atos são de puro amor ao povo”

Citando versos do poeta indiano Rabíndranath Tagore, ganhador do Nobel de literatura em 1913, e trechos do textos de I Coríntios da Bíblia, que fala do amor, o vice-governador de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB) se desmancha em elogios à atuação da presidente Dilma Rousseff (PT); ele toma como base os números mais recentes da pesquisa Datafolha

“Dilma governa com o coração e seus atos são de puro amor ao povo”
“Dilma governa com o coração e seus atos são de puro amor ao povo”
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sergipe 247 – O vice-governador de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB), no artigo “Dilma é amor”, faz uma avaliação extremamente romântica da atuação da presidente Dilma Rousseff (PT). Ancorado nos números da mais recente pesquisa Datafolha, que coloca a petista em patamares recordes de aprovação e de garantia de vitória no primeiro turno na reeleição em 2014, o vice diz que embora tenha fama de “durona”, Dilma sabe que governar na verdade significar servir. “E faz isso com o mais profundo sentimento”, afirma. Jackson é o candidato do grupo liderado pelo atual governador Marcelo Déda (PT) ao pleito de 2014.

Confira a íntegra do artigo:

Dilma é amor                          

“Disse o poder ao mundo, sois meu! E o mundo o aprisionou em seu trono. Disse o amor ao mundo, sou teu! E o mundo lhe abriu todas as portas”. Ao saber da mais recente pesquisa de avaliação do governo Dilma, feita pelo IBOPE, que a coloca em extraordinários patamares, especialmente a sua aprovação pessoal, 79%, num governo avaliado como ótimo e bom por 63% dos brasileiros, e dos novos números do Instituto Datafolha para a eleição presidencial de 2014, onde a Presidenta vence no primeiro turno em todos os cenários, atingindo, hoje, 58% de intenção de votos, com 64% dos nordestinos dizendo sim para a reeleição, vieram-me imediatamente esses versos do poeta indiano Rabíndranath Tagore, ganhador do Nobel de literatura em 1913, que nasceu em Calcutá em 1861, no dia 06 de maio, exatamente no mesmo dia que eu nasci em Santa Rosa de Lima.

Esses versos tocaram de maneira especial o meu espírito, porque, para mim, é muito clara a razão do êxito da Presidenta. É que Dilma Rousseff governa com o coração e faz de cada ato administrativo um ato de puro amor ao povo brasileiro.

Não me admiro que alguns estranhem esta minha afirmação, tendo em vista a fama de durona que acompanha a Presidenta, como se fosse a investidura máxima do seu ser. Mas as aparências enganam. Só quem possui absoluta clareza da sua verdade interior pode conduzir as suas ações indo ao encontro da essência real da vida, sem se importar com julgamentos precipitados ou opiniões superficiais, cumprindo belamente a sua missão, como ela vem fazendo ao governar o Brasil nesses dois primeiros anos. Ela sabe que governar na verdade significar servir. E faz isso com o mais profundo sentimento. 

Para além das aparências, o coração de Dilma não é o coração sujeito e factível às paixões humanas e intempéries do mundo. O coração da Presidenta tem a mesma natureza sábia do coração que Salomão rogou a Deus que lhe desse para poder governar o seu povo. Como ele não pediu riquezas, o Altíssimo o dotou com a sabedoria e o premiou com um trono de opulência. Como a Dilma nunca interessou riquezas para si, Deus a dotou com um  coração sábio e a está premiando com o amor legítimo ,recíproco e correspondido  do nosso  povo.

Sinto-me imensamente contente em participar deste momento e de sua admirável trajetória.

Recentemente, vivi uma grande emoção, por ocasião da inauguração da Ponte Gilberto Amado – uma obra monumental do nosso governo – quando recebi palavras sinceras da Presidenta, reconhecendo o quanto foi dura a nossa luta, como foi importante termos feitos a opção pelos mais pobres e o quanto é mais importante ainda estarmos juntos hoje, fazendo valer tantas dores e sofrimentos, revertendo isso em democracia real, transformando este país numa pátria verdadeiramente igualitária.

No momento em que recebi o reconhecimento da Presidenta, que está acabando com a miséria no Brasil, senti que valeu a pena dedicar toda a nossa vida a esta causa, pois, fidedigno aos nossos sonhos e ideais, fui um dos pioneiros no país a direcionar os recursos públicos para os mais necessitados.

É por tudo isso que o sucesso desta minha companheira indissolúvel de jornada me vivifica tanto. O que ilumina meu coração neste momento é a certeza absoluta de que a vontade do todo sempre predomina e que, como cantou muito bem um nosso grande poeta, parafraseando Coríntios: “Ainda que falássemos a língua dos homens, e falássemos a língua dos anjos, sem o amor nada seríamos”. Dilma sabe disso. E põe em prática.

Foto: Marcos Rodrigues/ASN

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email