Dilma libera R$ 830 milhões para aumentar oferta de água em SP

A presidente Dilma Rousseff e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), assinam nesta quinta (25) o contrato de financiamento de R$ 830 milhões para interligar as bacias hidrográficas Jaguari-Atibainha; a obra, que integra o Programa de Aceleração do Crescimento, estava prevista desde o início do ano, mas os recursos só serão liberados agora

A presidente Dilma Rousseff e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), assinam nesta quinta (25) o contrato de financiamento de R$ 830 milhões para interligar as bacias hidrográficas Jaguari-Atibainha; a obra, que integra o Programa de Aceleração do Crescimento, estava prevista desde o início do ano, mas os recursos só serão liberados agora
A presidente Dilma Rousseff e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), assinam nesta quinta (25) o contrato de financiamento de R$ 830 milhões para interligar as bacias hidrográficas Jaguari-Atibainha; a obra, que integra o Programa de Aceleração do Crescimento, estava prevista desde o início do ano, mas os recursos só serão liberados agora (Foto: Valter Lima)

247 - A presidente Dilma Rousseff e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), assinam nesta quinta-feira (25) o contrato de financiamento de R$ 830 milhões para interligar as bacias hidrográficas Jaguari-Atibainha. A obra, que integra o Programa de Aceleração do Crescimento, estava prevista desde o início do ano, mas os recursos só serão liberados agora. Costurado pelo Ministério das Cidades, o acordo prevê financiamento do BNDES, com contrapartida do governo de São Paulo.

A integração das bacias é uma das medidas para contornar a crise hídrica no Estado. A obra, quando concluída, deve reforçar o abastecimento de 39 municípios da região metropolitana. A previsão do governo era concluir a primeira fase da obra em 2016, mas problemas com a licitação e o financiamento empurraram o prazo para fevereiro de 2017.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247