Dilma repudia preconceito de Mourão contra mães e avós ‘heroínas’

"No Brasil, segundo o IBGE, há 11,6 milhões de lares formados por mulheres e seus filhos, sem a presença de cônjuges masculinos. Minha solidariedade às mães e avós que heroicamente criam os seus filhos e netos sozinhas", manifestou-se a presidente deposta pelo golpe e candidata ao Senado por Minas Gerais, Dilma Rousseff, em repúdio ao preconceito do General Mourão, vice de Bolsonaro, que chamou de "lares desajustados" para o tráfico aqueles que não têm a presença masculina

Dilma repudia preconceito de Mourão contra mães e avós ‘heroínas’
Dilma repudia preconceito de Mourão contra mães e avós ‘heroínas’

247 - A presidente deposta pelo golpe e candidata do PT ao Senado por Minas Gerais, Dilma Rousseff, manifestou seu repúdio contra o preconceito do General Hamilton Mourão (PRTB), candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), que chamou de "fábrica de elementos desajustados" para o tráfico os lares formados apenas por mães, avós e seus filhos e netos, sem a presença de pais ou avôs.

"No Brasil, segundo o IBGE, há 11,6 milhões de lares formados por mulheres e seus filhos, sem a presença de cônjuges masculinos. Minha solidariedade às mães e avós que heroicamente criam os seus filhos e netos sozinhas", postou Dilma no Twitter. "Repudiamos o preconceito de quem é indiferente ao amor verdadeiro de milhões de mulheres, mães e avós. Meu respeito e admiração a todas elas", acrescentou.

Em evento do Sindicato da Habitação (Secovi), em São Paulo, Mourão declarou: "Família sempre foi o núcleo central. A partir do momento que a família é dissociada, surgem os problemas sociais que estamos vivendo e atacam eminentemente nas áreas carentes, onde não há pai nem avô, é mãe e avó. E por isso torna-se realmente uma fábrica de elementos desajustados e que tendem a ingressar em narco-quadrilhas que afetam nosso país".

Nesta terça, ele tentou consertar a declaração, mas piorou, ao atacar os homens das regiões mais pobres pobres. "Ontem, numa exposição similar a essa, em outro ambiente, eu deixei claro que esse atingimento da família é muito mais crucial nas nossas comunidades carentes, onde a população masculina ou está presa, ou está ligada à criminalidade ou já morreu, e que deixa a grande responsabilidade por levar a família à frente nas mãos de mães e avós", disse.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247