Dilma se lança ao Senado para tomar vaga de Aécio, que liderou o golpe

Em encontro com deputados e com o diretório estadual do PT, com a presença do governador Fernando Pimentel, na noite desta quinta-feira 28, em Belo Horizonte, a presidente deposta pelo golpe, Dilma Rousseff, discutiu propostas e ações para sua campanha; "Dilma vai enfrentar na campanha os responsáveis pelo impeachment e aliados de Temer, os senadores Aécio Neves e Antônio Augusto Anastasia", comentou o deputado Durval Ângelo (PT-MG)

dilma rousseff
dilma rousseff (Foto: Gisele Federicce)

Minas 247 - A presidente deposta pelo golpe, Dilma Rousseff, lançou sua pré-candidatura ao Senado por Minas Gerais na noite desta quinta-feira 28, durante um encontro em Belo Horizonte com deputados e com o diretório estadual do PT, além da presença do governador Fernando Pimentel (PT).

Dilma evitou falar da candidatura, mas discutiu propostas e ações para sua campanha. "Dilma vai enfrentar na campanha os responsáveis pelo impeachment e aliados de Temer, os senadores Aécio Neves e Antônio Augusto Anastasia", comentou o deputado Durval Ângelo (PT-MG).

O deputado federal Patrus Ananias (PT-MG) avaliou que Dilma é um nome forte no Estado e que a maioria da população considera que foi injusta sua deposição da presidência.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247