Discussões proporcionais seguem estacionadas

Enquanto o prefeito do Recife, Joo da Costa, e o secretrio estadual de Governo, Maurcio Rands, disputam a preferncia dos seus correligionrios para representar o PT na corrida sucessria da capital pernambucana, vereadores da Frente Popular ficam impedidos de construrem suas estratgias de reeleio. Ningum sabe se ainda ser possvel a pavimentao de um eventual chapo

 Discussões proporcionais seguem estacionadas
Discussões proporcionais seguem estacionadas (Foto: Aguinaldo Leonel/Câmara Municipal do Recife)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 - O embate entre o prefeito do Recife, João da Costa, e o secretário estadual de Governo, Maurício Rands, pela indicação do PT na corrida sucessória recifense freou as articulações pela reeleição dos vereadores da Frente Popular. O clima de instabilidade, uma vez que ninguém sabe qual será o desfecho das prévias petistas, atrasa a discussão sobre a possibilidade da montagem de um chapão governista. Os parlamentares simpáticos à ideia encontram dificuldade de debater com os mais receosos, que entendem que uma possível vitória de Rands poderia mudar por completo o quadro da capital pernambucana.

Há quem diga, nos bastidores, que, se o secretário estadual de Governo levar as primárias petistas, o governador Eduardo Campos poderia entrar no circuito para desfazer o bloco de partidos alternativos, comandado pelo senador Armando Monteiro Neto (PTB). Isso implicaria numa recomposição da Frente, no Recife, aumentando a possibilidade de um grande chapão na Câmara.

No entanto, caso o prefeito João da Costa saia vencedor, o grupo que não aprova seu projeto de reeleição ficaria livre para consolidar uma postulação diferente, que poderia ser a do próprio Armando Monteiro Neto. O que inviabilizaria o “todos juntos” na Casa de José Mariano. Com um candidato majoritário, essas legendas ficariam legalmente impedidas de se coligarem com os partidos que permanecerão na base do prefeito.

E esse nó só será desatado após o dia 20 de maio, quando as prévias serão realizadas. Para alguns vereadores, é uma espera longa demais, uma vez que a campanha eleitoral oficial tem início em menos de dois meses depois.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email