CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Disputa em Salvador vira batalha na Justiça Eleitoral

ACM Neto (DEM) e Nelson Pelegrino (PT) disputam espaço e direitos de resposta na Justiça Eleitoral por trocas de ataques na propaganda de tevê; enquanto isso, o eleitor que cuide de descobrir qual dos dois tem as melhores propostas

Disputa em Salvador vira batalha na Justiça Eleitoral (Foto: Montagem/247)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Bahia247 - A disputa por votos na capital baiana levou os dois principais candidatos em Salvador a uma batalha jurídica por tempo de televisão. Líder nas pesquisas de intenção de voto, ACM Neto (DEM) ganha uma, Nelson Pelegrino (PT), segundo colocado, ganha outra, e ambos vão perdendo um pouco de seu espaço na propaganda de tevê.

Nesta semana, ACM Neto foi condenado na 8ª zona eleitoral a retirar do ar nas propagandas das eleições para vereador as imagens de apoio ao democrata e ofensas que degradam o PT, sob pena de multa diária de R$ 2 mil. Já Pelegrino perdeu liminar pelas propagandas que veiculam críticas ao adversário por seu partido ter apresentado parecer contra as leis de cotas raciais nas universidades públicas. Juiz da 17ª zona eleitoral entendeu que o conteúdo da propaganda é "inverídico e ofensivo", já que o democrata demonstrou-se a favor da política de cotas.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Em outro capítulo da disputa, ACM Neto obteve direito de resposta contra a propaganda eleitoral petista que atribuiu "ao grupo de ACM" a autorização para a derrubada de uma casa em Jardim das Mangabeiras. A expropriação resultou na expulsão de uma mãe com criança no colo. Em sua defesa, a campanha de Pelegrino alegou que a propaganda se referia ao ex-senador Antonio Carlos Magalhães, morto em 2007.

Enquanto os candidatos tentam resolver suas diferenças na propaganda política, o eleitor que se esforce para descobrir qual dos dois tem as melhores propostas para Salvador.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO