Disputa sindical termina com oito feridos

Manifestantes da chapa de oposição fecharam 16 dos 29 terminais de ônibus da capital, das 8h às 12h. Confusão começou durante um bate-boca na assembleia preparativa para as votações da nova chapa diretora, marcadas para ocorrer hoje (11) e sexta-feira (12) em 32 garagens. Três pessoas foram baleadas 

Disputa sindical termina com oito feridos
Disputa sindical termina com oito feridos

247 - A disputa pelo controle do sindicato dos motoristas e cobradores de ônibus, iniciada na manhã de ontem, parou mais da metade dos terminais da capital paulista e acabou com tiroteio e pelo menos oito feridos.

Manifestantes da chapa de oposição fecharam 16 dos 29 terminais de ônibus, das 8h às 12h. Por meio de nota, o presidente do Sindicato dos Motoristas, Isao Hosogi, conhecido como Jorginho, criticou o movimento afirmando que se trata de uma “atitude desesperada da minoria dissidente da diretoria da entidade.

Os disparos começaram durante um bate-boca na assembleia preparativa para as votações da nova chapa diretora, marcadas para ocorrer hoke (11) e sexta-feira (12) em 32 garagens.

Uma pessoa foi atingida com bala na cabeça, segundo o tenente-coronel Alexandre Martins, do Corpo dos Bombeiros, e está em estado grave.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247