Dívida por família no Recife é a quinta maior do país

Com R$ 2.174, Recife (PE) teve o quinto maior valor médio de dívida por família de todo o país na comparação anual 2011/2012. Em primeiro lugar ficou Florianópolis (R$ 2.505), Porto Alegre (R$ 2.504), em segundo, Vitória (R$ 2.499), em terceiro, seguida de Belo Horizonte (R$ 2.174), em quarto; Os dados constam na pesquisa Radiografia do Endividamento das Famílias Brasileiras, realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP)

Dívida por família no Recife é a quinta maior do país
Dívida por família no Recife é a quinta maior do país

PE247 – Com R$ 2.174, Recife (PE) teve o quinto maior valor médio de dívida por família de todo o país na comparação anual 2011/2012. Em primeiro lugar ficou Florianópolis (R$ 2.505), Porto Alegre (R$ 2.504), em segundo, Vitória (R$ 2.499), em terceiro, seguida de Belo Horizonte (R$ 2.174), em quarto. Já os menores valores estão em Boa Vista (R$ 1.005), Porto Velho (R$ 1.051), Rio Branco (R$ 1.082), Macapá (R$ 1.276) e Manaus (R$ 1.339). Os dados constam na pesquisa Radiografia do Endividamento das Famílias Brasileiras, realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Nos outros quatro quesitos – percentual de famílias endividadas, quantidade absoluta de famílias com débitos, parcela mensal da renda comprometida com dívida e famílias com débitos em atraso – a capital pernambucana não figura entre os cinco maiores nem entre os cinco menores indicadores, em nível nacional.

Ainda com relação ao valor médio na Região Nordeste, atrás de Recife está Aracajú (R$ 2.053), seguida da João Pessoa (R$ 2.004), enquanto que os menores valores estão em Maceió (R$ 1.529), São Luís (R$ 1.489) e Fortaleza (R$ 1.409).

O levantamento apontou que todas as capitais nordestinas tiveram redução no número de famílias endividadas. Recife aparece na terceira posição, ao ter apresentado um declínio de 12%, atrás de Salvador (39% - a maior do país) e Fortaleza (17%). Depois da capital pernambucana, vem Aracaju (7%), São Luís (6%), Teresina (3%), e Maceió, João Pessoa e Natal (2%). Já a média nacional teve um decréscimo de 5%.

Quanto ao percentual de famílias endividadas, Salvador aparece na primeira colocação, com um aumento de 40%, o que corresponde a 348.065 famílias. Em segundo lugar vem Maceió, com 77% (202.626), seguida de Fortaleza, com 52% (361.873). Já o Recife aparece na sexta colocação, com 67%, o equivalente a 319.580 famílias. Neste quesito, em nível nacional, Curitiba (PR), lidera o ranking (88%), enquanto que a menor taxa está em Manaus (50%).

Já na variável "Parcela mensal da renda comprometida com a dívida", a capital baiana, Salvador, também figura na primeira posição, com 30%, seguida de Maceió (37%) e Fortaleza (33%). O Recife figura em sexto lugar (29%). No país, Teresina (PI) é o estado que aparece na primeira posição (40%) e, nas últimas, estão Florianópolis (SC) e Belo Horizonte (MG), ambos com 28%.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247