Djalma protesta contra extinção da Secretaria de Defesa Social

Projeto de lei do prefeito Paulo Garcia (PT) extingue a secretaria que atua no combate às drogas entre moradores de rua e pessoas em vulnerabilidade social; vereador Djalma Araújo diz que pasta tem orçamento de R$ 19 milhões do governo federal e vai apresentar emenda para barrar extinção; "O prefeito acaba com as coisas importantes e deixa os supersálarios", afirma o vereador

Projeto de lei do prefeito Paulo Garcia (PT) extingue a secretaria que atua no combate às drogas entre moradores de rua e pessoas em vulnerabilidade social; vereador Djalma Araújo diz que pasta tem orçamento de R$ 19 milhões do governo federal e vai apresentar emenda para barrar extinção; "O prefeito acaba com as coisas importantes e deixa os supersálarios", afirma o vereador
Projeto de lei do prefeito Paulo Garcia (PT) extingue a secretaria que atua no combate às drogas entre moradores de rua e pessoas em vulnerabilidade social; vereador Djalma Araújo diz que pasta tem orçamento de R$ 19 milhões do governo federal e vai apresentar emenda para barrar extinção; "O prefeito acaba com as coisas importantes e deixa os supersálarios", afirma o vereador (Foto: José Barbacena)

Goiás247 - O vereador Djalma Araújo (SDD) lidera a luta contra a extinção da Secretaria Municipal de Defesa Social (Semdef). A pasta recém-criada realiza trabalho de combate às drogas e é responsável pela implantação do Programa Municipal de Segurança Pública.

Para o vereador, o prefeito Paulo Garcia (PT) erra ao propor a extinção da secretaria no projeto de lei da reforma administrativa. Djalma afirma que vai apresentar emenda para barrar o fim da secretaria e ressalta que os recursos federais destinados à pasta são da ordem de R$ 19 milhões.

"Sou a favor de acabar com secretarias que não servem para nada, com os supersalários e com pastas extraordinárias. Agora, a Semdef faz trabalho diferenciado, importante para Goiânia, onde as demandas sociais são urgentes. O prefeito acaba com as coisas importantes e deixa os supersálarios", protesta

No uso da tribuna livre da Câmara, o servidor municipal, professor Vitor Fernando, apresentou aos vereadores uma série de projetos e atividades atualmente desenvolvidas na Semdef.  Pontuou que o prefeito, com a decisão de extinguir a pasta, está indo na contramão de uma orientação do Governo Federal que é a criação de secretarias de defesa social pelos municípios. Um exemplo bem sucedido é a Cidade de Diadema (SP).

"A Semdef apresenta resultados importantes para a cidade de Goiânia. Realizamos teatro nas escolas e parecerias importantes, entre os mais relevantes estão as parcerias para acolhimento das pessoas em situação de rua e usuários de crack", afirmou. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247