Dois milhões celebram 2013 na Avenida Paulista

E a noite foi tranquila. De acordo com a PM, foram registradas apenas duas ocorrências policiais. Em relação aos atendimentos médicos, foram registradas 220 ocorrências, consideradas normais e sem nenhuma remoção

Dois milhões celebram 2013 na Avenida Paulista
Dois milhões celebram 2013 na Avenida Paulista
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Camila Maciel
Repórter da Agência Brasil

São Paulo - Cerca de 2 milhões de pessoas estiveram na Avenida Paulista entre a noite de ontem (31) e a madrugada de hoje (1º) para celebrar a chegada do ano novo. A estimativa de público é da Polícia Militar (PM). Ainda de acordo com a PM, foram registradas apenas duas ocorrências policiais. Houve duas pessoas detidas por desacato e um registro de furto.

Em relação aos atendimentos médicos, foram registradas 220 ocorrências, consideradas normais e sem nenhuma remoção, informou a assessoria de imprensa do réveillon. A organização do evento estima que foram gerados mais de 4,5 mil empregos diretos e indiretos.

À meia noite, a contagem regressiva foi encabeçada pela cantora baiana Daniela Mercury. O público assistiu a um espetáculo pirotécnico que contou com 100 mil tiros e 7 mil bombas multicoloridas, que durou 15 minutos, ainda de acordo a assessoria de imprensa do evento.

Antes da virada, apresentaram-se também no palco da Paulista a cantora Tiê, a dupla sertaneja Fernando e Sorocaba, as bandas Blitz e Titãs. Uma grande balada comandada pelos DJs Mau Mau e Zé Pedro encerrou o evento por volta de 2h.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email