Donizeti transforma convocação de Kátia em convite

Por intermédio do senador Donizeti Nogueira (PT-TO), o requerimento do senador Otto Alencar (PSD-BA) que convocava a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu (PMDB-TO) para dar explicações à Comissão de Meio Ambiente, Fiscalização e Controle sobre sanidade animal foi transformado em convite; Donizeti argumentou que a ministra cumpre uma extensa agenda internacional para abrir mercados para o agronegócio brasileiro e, portanto, não poderia estar presente e solicitou o adiamento do convite para o segundo semestre

Por intermédio do senador Donizeti Nogueira (PT-TO), o requerimento do senador Otto Alencar (PSD-BA) que convocava a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu (PMDB-TO) para dar explicações à Comissão de Meio Ambiente, Fiscalização e Controle sobre sanidade animal foi transformado em convite; Donizeti argumentou que a ministra cumpre uma extensa agenda internacional para abrir mercados para o agronegócio brasileiro e, portanto, não poderia estar presente e solicitou o adiamento do convite para o segundo semestre
Por intermédio do senador Donizeti Nogueira (PT-TO), o requerimento do senador Otto Alencar (PSD-BA) que convocava a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu (PMDB-TO) para dar explicações à Comissão de Meio Ambiente, Fiscalização e Controle sobre sanidade animal foi transformado em convite; Donizeti argumentou que a ministra cumpre uma extensa agenda internacional para abrir mercados para o agronegócio brasileiro e, portanto, não poderia estar presente e solicitou o adiamento do convite para o segundo semestre (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - Por intermédio do senador Donizeti Nogueira (PT-TO), o requerimento do senador Otto Alencar (PSD-BA) que convocava a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu (PMDB-TO) para dar explicações à Comissão de Meio Ambiente, Fiscalização e Controle sobre sanidade animal foi transformado em convite.

Em caso de convocações, os ministros não podem enviar representantes e caso não compareçam, podem ser processados por crime de responsabilidade. Donizeti argumentou que a ministra cumpre uma extensa agenda internacional para abrir mercados para o agronegócio brasileiro e, portanto, não poderia estar presente e solicitou o adiamento do convite para o segundo semestre.

O senador petista se comprometeu a agendar com a ministra Kátia Abreu uma data oportuna para que ela apresente aos integrantes da comissão o Plano Nacional de Defesa Agropecuária, renovação da legislação do MAPA realizada a pedido da ministra. Já está prevista uma visita da ministra para tratar do assunto na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado e Donizeti Nogueira articula a possibilidade da realização de uma audiência conjunta das duas comissões.

Considerado a prioridade número 1 do ministério, o Plano Nacional de Defesa Agropecuária foi lançado pela presidenta Dilma Rousseff em maio deste ano e é baseado em seis eixos: modernização e desburocratização, marco regulatório, suporte estratégico com apoio das universidades, sustentabilidade econômica, metas de qualidade e monitoramento.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247