Doria busca apoio de vereadores para privatizações

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), tem cortejado vereadores em busca de apoio para aprovar programas de privatização e concessão do patrimônio público da capital; Doria participou da abertura do ano legislativo e, em reunião com lideranças parlamentares na Câmara Municipal, negociou um acordo em torno de seu programa de desestatização; o prefeito afirmou que pretende vender o Anhembi ainda este ano

João Doria (PSDB), prefeito de São Paulo
João Doria (PSDB), prefeito de São Paulo (Foto: Giuliana Miranda)

247 - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), tem cortejado vereadores em busca de apoio para aprovar programas de privatização e concessão do patrimônio público da capital. Doria participou da abertura do ano legislativo e, em reunião com lideranças parlamentares na Câmara Municipal, negociou um acordo em torno de seu programa de desestatização. O prefeito afirmou que pretende vender o Anhembi ainda este ano.

As informações são de reportagem do Valor.

"Doria levou 11 secretários para a abertura da primeira sessão legislativa deste ano e voltou a afirmar que irá à Câmara Municipal todos os meses, conforme promessa feita no primeiro dia do mandato. Seu antecessor, Fernando Haddad (PT), foi quatro vezes à Casa, nos quatro anos de governo.

Antes de discursar no plenário, o prefeito se reuniu com líderes partidários, com exceção do PT para falar sobre o programa de desestatização, que deve ser debatido nas próximas semanas. Segundo Doria, é 'bem provável' que neste ano a prefeitura faça a modelagem do projeto de venda do Anhembi, lance os editais e privatize. Em relação ao autódromo de Interlagos, o tucano disse a venda pode ser feita neste ano ou no início de 2018.

Para o estádio do Pacaembu, o prefeito planeja a concessão, "muito provavelmente por 15 anos", mas não deu uma previsão sobre quando isso acontecerá. Doria defendeu ainda as parcerias público-privadas e disse que dará continuidade, "com pequenos reparos, se for necessário", à PPP da iluminação iniciada pela gestão Haddad.

Doria discutiu também com os vereadores um projeto para endurecer a punição a pichadores. O prefeito disse que a proposta deve ser aprovada na próxima semana."

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247