Doria diz que eventual troca de partido “não está no cardápio”

A declaração fo prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), aconteceu no lançamento do livro "Quem é esse moleque para estar na Folha?", do coordenador do MBL (Movimento Brasil Livre), Kim Kataguiri; Michel Temer teria dito que o PMDB está de "portas abertas" à filiação do tucano para concorrer ao Planalto em 2018

A declaração fo prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), aconteceu no lançamento do livro "Quem é esse moleque para estar na Folha?", do coordenador do MBL (Movimento Brasil Livre), Kim Kataguiri; Michel Temer teria dito que o PMDB está de "portas abertas" à filiação do tucano para concorrer ao Planalto em 2018
A declaração fo prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), aconteceu no lançamento do livro "Quem é esse moleque para estar na Folha?", do coordenador do MBL (Movimento Brasil Livre), Kim Kataguiri; Michel Temer teria dito que o PMDB está de "portas abertas" à filiação do tucano para concorrer ao Planalto em 2018 (Foto: Leonardo Lucena)

SP 247 - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou neste domingo (24) que uma eventual troca de partido para concorrer à Presidência da República em 2018 "não está no cardápio". O tucano compareceu ao lançamento do livro "Quem é esse moleque para estar na Folha?", do coordenador do MBL (Movimento Brasil Livre), Kim Kataguiri.

Em agosto, Michel Temer disse ao prefeito que o PMDB, está de "portas abertas" à sua filiação para concorrer ao Planalto em 2018. Temer teria informado isso a congressistas, de acordo com o portal Poder 360.

Doria disputa protagonismo na sigla tucana com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), para concorrer ao Palácio do Planalto. O chefe do executivo municipal negou a existência de uma crise interna na legenda e afirmou que sua relação com Alckmin é "boa e amistosa".

No evento com Kataguiri, o prefeito recebeu um exemplar autografado do livro. Na contracapa, o coordenador do MBL escreveu dedicatória "para o futuro presidente da República".

"Eu acredito em Doria presidente e eu vou lutar por isso. Hoje, o MBL está lutando por isso", disse ele. "A esquerda passa mal, Kim Kataguiri deputado federal", fizeram coro os membros do movimento, no encerramento do evento.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247