Doria e Alckmin se veem como Pelé e Coutinho

A cerimônia de transmissão do cargo do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) para o novo gestor, João Doria (PSDB), acabou virando palanque eleitoral para o governador Geraldo Alckmin; ele prometeu fazer com Doria "uma dupla como a de Pelé e Coutinho", ídolos da época de ouro do Santos; Doria não titubeou, e voltou a defender a candidatura do padrinho à presidência da República em 2018; Doria terminava seu discurso quando um dos membros da claque tucana gritou que ele colocaria 'a cidade nos trilhos'; o prefeito emendou: "E com Alckmin, vamos colocar o Brasil nos trilhos"

A cerimônia de transmissão do cargo do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) para o novo gestor, João Doria (PSDB), acabou virando palanque eleitoral para o governador Geraldo Alckmin; ele prometeu fazer com Doria "uma dupla como a de Pelé e Coutinho", ídolos da época de ouro do Santos; Doria não titubeou, e voltou a defender a candidatura do padrinho à presidência da República em 2018; Doria terminava seu discurso quando um dos membros da claque tucana gritou que ele colocaria 'a cidade nos trilhos'; o prefeito emendou: "E com Alckmin, vamos colocar o Brasil nos trilhos"
A cerimônia de transmissão do cargo do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) para o novo gestor, João Doria (PSDB), acabou virando palanque eleitoral para o governador Geraldo Alckmin; ele prometeu fazer com Doria "uma dupla como a de Pelé e Coutinho", ídolos da época de ouro do Santos; Doria não titubeou, e voltou a defender a candidatura do padrinho à presidência da República em 2018; Doria terminava seu discurso quando um dos membros da claque tucana gritou que ele colocaria 'a cidade nos trilhos'; o prefeito emendou: "E com Alckmin, vamos colocar o Brasil nos trilhos" (Foto: Romulo Faro)

SP 247 - A cerimônia de transmissão do cargo do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) para o novo gestor, João Doria (PSDB), acabou virando palanque eleitoral para o governador Geraldo Alckmin. Ele prometeu fazer com Doria "uma dupla como a de Pelé e Coutinho", ídolos da época de ouro do Santos. Doria não titubeou, e voltou a defender a candidatura do padrinho à presidência da República em 2018.

Doria terminava seu discurso, quando um dos membros da claque tucana gritou que ele colocaria 'a cidade nos trilhos'. O prefeito emendou: "E com Alckmin, vamos colocar o Brasil nos trilhos".

Alckmin discursou antes na cerimônia, e citou a dupla Pelé e Coutinho ao prometer fazer parcerias com Doria. "Temos em comum a paixão pelo Santos Futebol Clube. Nos inspiremos em Coutinho e Pelé, os reis da tabelinha, para fazermos parcerias. Agora quem dá a bola é o João Doria", disse o governador.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247