Doria já bate em Haddad, que o trata como amigo

Com menos de um mês de mandato, o prefeito de São Paulo, João Doria, já começou a criticar o seu antecessor, Fernando Haddad (PT). "Por um erro da gestão anterior, tivemos que optar entre investir em obras ou pagar os salário dos educadores. Educação em 1º lugar!", afirmou ele no Twitter; o curioso é que, depois de consagrada a vitória do tucano, o petista passou de adversário a amigo do atual prefeito; Haddad desejou "tudo de bom" a Doria e disse que estava transmitindo o cargo como se tivesse feito "a um irmão"

Com menos de um mês de mandato, o prefeito de São Paulo, João Doria, já começou a criticar o seu antecessor, Fernando Haddad (PT). "Por um erro da gestão anterior, tivemos que optar entre investir em obras ou pagar os salário dos educadores. Educação em 1º lugar!", afirmou ele no Twitter; o curioso é que, depois de consagrada a vitória do tucano, o petista passou de adversário a amigo do atual prefeito; Haddad desejou "tudo de bom" a Doria e disse que estava transmitindo o cargo como se tivesse feito "a um irmão"
Com menos de um mês de mandato, o prefeito de São Paulo, João Doria, já começou a criticar o seu antecessor, Fernando Haddad (PT). "Por um erro da gestão anterior, tivemos que optar entre investir em obras ou pagar os salário dos educadores. Educação em 1º lugar!", afirmou ele no Twitter; o curioso é que, depois de consagrada a vitória do tucano, o petista passou de adversário a amigo do atual prefeito; Haddad desejou "tudo de bom" a Doria e disse que estava transmitindo o cargo como se tivesse feito "a um irmão" (Foto: Leonardo Lucena)

SP 247 - Menos de um mês de iniciar o mandato, o prefeito de São Paulo, João Doria, já começou a criticar o seu antecessor, Fernando Haddad (PT). "Por um erro da gestão anterior, tivemos que optar entre investir em obras ou pagar os salário dos educadores. Educação em 1º lugar!", afirmou o chefe de executivo municipal, neste sábado (28), pelo Twitter.

O curioso é que, depois de consagrada a vitória do tucano, o petista passou de adversário a amigo do atual prefeito.  Na cerimônia de transmissão do cargo, no dia 1 de janeiro, Haddad destacou seu "legado financeiro" e desejou "tudo de bom" a Doria.

Na ocasião, o petista também afirmou que fez a transmissão ao tucano como se tivesse feito "a um irmão". "Nestes quatro anos, soubemos como nunca sanear as contas da cidade. Você recebe uma cidade em ordem. Fiz uma transição como se fosse a um irmão, em respeito à democracia e ao povo trabalhador desta cidade", acrescentou Haddad.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247