Doria já mostra desespero, aponta Fernando Brito

"Muitas vezes, mais que os números das pesquisas, é a atitude dos candidatos na propaganda que revela seu desespero com os sinais de derrota. É o que está acontecendo com João Dória", aponta o editor do Tijolaço, ao comentar a propaganda tucana que ironiza a cirurgia bariátrica do governador Márcio França

Doria já mostra desespero, aponta Fernando Brito
Doria já mostra desespero, aponta Fernando Brito (Foto: Reprodução)

Por Fernando Brito, editor do Tijolaço Muitas vezes, mais que os números das pesquisas, é a atitude dos candidatos na propaganda que revela seu desespero com os sinais de derrota.

É o que está acontecendo com João Dória.

Ao colocar no ar uma inserção em que debocha da mudança física do governador Márcio França (PSB) por conta de uma cirurgia bariátrica devida a um quadro de obesidade e diabetes, o ex-prefeito de São Paulo talvez tenha dado um mortal tiro no pé.

Dória tem três vezes as intenções de voto de França nas pesquisas. Não é seu adversário direto, lugar que Paulo Skaf ocupa.

Qual a razão de fazer isso, senão o desespero de sentir que se afunda, junto com o criador, Alckmin, que apunhalou?

Será que ele, que vive de chupar dinheiro de empresários com promoção e propaganda nos seus eventos e revistas, não sabe que obesidade e diabetes são, aliás, problemas de saúde pública em nossos tempos?

Sabe, mas não pôde conter a sua natureza de “Bolsonaro de unhas feitas”.

É o “down no high society“, aquela camada do “Rei do Camarote” à qual nem mesmo um verniz de civilização importa mas fingir que tem.

“Humanidade”, guardam-na para seus “pets”, aos quais jamais alimentariam com “farinatas”.

Dória tem seu lugar garantido no PSDB.

Perdendo, será o medalhão no epitáfio do partido.

Vencendo, será o zumbi tucano, disforme e asqueroso.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247