Dos gramados às piscinas

Clubes tradicionais do futebol brasileiro investem pesado em grandes dolos e jovens promessas da natao

Dos gramados às piscinas
Dos gramados às piscinas (Foto: Divulgação)

Lucas Reginato _247 - A natação brasileira sempre teve, tradicionalmente, duas equipes como os principais polos de treinamento. O Minas Tênis Clube, de Belo Horizonte, e o Esporte Clube Pinheiros, de São Paulo, alternavam-se na liderança do ranking nacional. Nos últimos anos, equipes como a da Associação Santa Cecília de Esportes, de Santos, chegaram perto de oferecer algum perigo às líderes. Mas a disputa só ficou mais acirrada recentemente, com o sucesso de atletas como César Cielo e Thiago Pereira em competições internacionais. A ascensão destes dois grandes ídolos despertou, para as piscinas, a atenção de alguns gigantes do gramado. Clubes que destinavam grande parte de sua renda ao futebol, como Flamengo, Fluminense e Botafogo, do Rio de Janeiro, e Corinthians, de São Paulo, agora investem pesado também na natação.

Havia anos que já eram mantidas equipes de nadadores dentro destes clubes devotados ao esporte bretão. Muitas vezes, eram jovens com potencial que, mais tarde, acabariam se transferindo ao Pinheiros ou ao Minas -- ou, então, para alguma universidade americana. A aparição frequente de nadadores na mídia chamou a atenção para a falta de investimentos que se tinha, até então, na modalidade, e novos patrocinadores se propuseram a colaborar.

O Flamengo tinha algum histórico. Pela Gávea, já haviam passado lendas como Maria Lenk e Fernando Scherer. Mas a formação de uma equipe sólida, capaz de subir ao alto do pódio até mesmo em torneios internacionais, foi instituída apenas em 2010, quando a presidente do clube, a ex-nadadora Patrícia Amorim, repatriou atletas como Nicholas Santos, Henrique Barbosa e o recordista mundial e campeão olímpico César Cielo.

Ascensão mais vertiginosa foi vista nas Laranjeiras, onde o Fluminense aposta cada vez mais na natação. O clube investiu em infraestrutura e atraiu atletas como Daiane Dias e Julia Siqueira, que ficaram com o bronze no último Campeonato Brasileiro Sênior, realizado em dezembro. Em fevereiro, o tricolor trouxe para seu rol de atletas três jovens promessas, já de olho nas Olimpíadas do Rio, em 2016. São eles: Henrique Rodrigues, Alessandra Marchioro e Jéssica Cavalheiro. Para Londres, a grande promessa do clube é Kaio Márcio de Almeida, campeão mundial em piscina curta, em 2009.

Em São Paulo, logo após o Flamengo ter contratado César Cielo, o Corinthians também resolveu estampar a touca de um nadador olímpico. Thiago Pereira, brasileiro com maior número de medalhas de ouro em pan-americanos, atua pelo alvinegro paulista desde abril de 2010, e já representou o clube em Guadalajara e em Copas do Mundo de piscina curta, além dos Campeonatos Brasileiros, tanto de verão, como de inverno.

Os resultados dos investimentos destes clubes na natação aparecem nas pontuações gerais dos torneios dos últimos anos.

Em 2005, ao final da 34ª edição do Troféu José Finkel, principal competição de piscina longa do Brasil, os três primeiros eram, na ordem, Pinheiros, Unisanta e Minas. O Corinthians aparecia em quarto lugar, com 654 pontos, e o Flamengo ocupava apenas a 12ª colocação, com 228 pontos.

Já na última edição do Troféu, realizada em setembro nas piscinas de Belo Horizonte, o Flamengo alcançou 1.478 pontos e acabou em terceiro lugar no ranking geral. O Corinthians manteve a quarta posição, mas marcou o dobro de pontos: 1.367. Entre os dez melhores, aparecem ainda Fluminense, em sexto (389), e Botafogo, em décimo (207).

Uma geração promissora já ocupa as piscinas de diversos clubes espalhados pelo Brasil. A formação de grandes ídolos associados a marcas conhecidas como Flamengo e Corinthians é uma ferramenta importante para a popularização do esporte no país, e a grande expectativa é de que esses jovens, que agora descobrem a natação, possam, assim como seus ídolos, representar não apenas as cores de seus clubes, mas, também, o verde e amarelo do Brasil em 2016.

Clique na imagem para ampliá-la.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247